OAB defende prerrogativas em ato de desagravo a advogado agredido por policiais - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Casa da Cultura treme enquanto se realizava reunião

Reunião é transferida ao perceber que Casa da Cultura em Itiruçu começou a tremer.  Na manhã desta sexta-feira(22) por volta das 9h...


Espaço publicitário


EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)

O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


OAB defende prerrogativas em ato de desagravo a advogado agredido por policiais

Por: Itiruçu Notícias - segunda-feira, 16 de julho de 2018 - 0 Comentários

O conselheiro federal repudiou a violência policial contra o colega advogado 


"As prerrogativas são inegociáveis. São indispensáveis ao exercício da profissão e têm como finalidade garantir ao cidadão uma defesa independente e sem qualquer temor”, afirmou o conselheiro federal da OAB, Fabrício Castro, ao participar do ato de desagravo ao advogado Adailton Ferreira Porto Sobrinho, agredido física e verbalmente, no exercício da profissão, por policiais militares. A sessão aconteceu na sexta-feira (13), na Câmara Municipal de Livramento de Nossa Senhora, cidade onde ocorreu o caso.

O conselheiro federal repudiou a violência policial contra o colega advogado e classificou o episódio como “inaceitável”. “Uma covardia. Por isso, o desagravamos. A OAB-BA tem a defesa das prerrogativas como uma prioridade.", ressaltou Fabrício Castro. Na sessão, estiveram presentes o conselheiro seccional Acioli Viana Silva, responsável pela redação do voto de desagravo, o presidente do  Conselho Consultivo da Jovem Advocacia, Hermes Hilarião, e o presidente da subseção de Brumado, Osvaldo Luiz Laranjeira Bastos Junior.

Agressão policial

No dia 21 de janeiro deste ano, o advogado Adailton Ferreira Porto Sobrinho foi chamado por um cliente, que, acompanhado da esposa, teve o carro atingido por uma viatura da Polícia Militar, em alta velocidade, na cidade de Livramento de Nossa Senhora. O casal também foi xingado pelos agentes.
No local do acidente, o advogado tentou solucionar amigavelmente a situação. Sem êxito, ele disse aos policiais que faria uma ocorrência na delegacia. Nesse momento, os agentes iniciaram as agressões ao cliente e ao advogado. Ao se identificar como profissional do Direito, Adailton foi xingado e recebeu um tapa no braço, forte o suficiente para lançar ao chão a carteira da Ordem.

O advogado então retirou o celular do bolso para registrar os abusos, mas as agressões continuaram. "Corra e não olhe para trás, senão eu te mato", disse um dos PMs, após Adailton Ferreira Porto Sobrinho receber um soco no olho e ter uma arma apontada para o rosto.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação