Sem-tetos são retirados à força de terreno após reintegração - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Sem-tetos são retirados à força de terreno após reintegração

Por: Ed Santos - quarta-feira, 11 de julho de 2018 - 1 Comentários

Em  Entroncamento de Jaguaquara  os barracos de sem tetos foram destruídos após ordem de reintegração.




Várias pessoas sem tetos que ocupavam um terreno abandonado nas imediações da BR 420 no Entroncamento de Jaguaquara foram expulsos do lugar pela Polícia Militar de Jaguaquara, após uma ordem judicial na manhã desta quarta feira (10).

A ação se deu depois de um termo de reintegração de posse após boletim de ocorrência impetrado pelo proprietário. Não há um numero exato de ocupantes, mas sabe-se que várias famílias de baixa renda, sem ter para onde ir, ocuparam o terreno da fazenda que tem no total 155 hectares.
Amontoados em barracos essas pessoas viviam em condições muitas das vezes sub-humanas, mas agora a situação deve ficar pior, pois muitas famílias terão que recorrer a solidariedade de parentes, e muitos ficarão sem saber para onde ir.

O grupo de sem tetos não são vinculados a nenhuma organização habitacional como MTST ou fundiária como MST. Para a expulsão dos sem tetos foram usadas, inclusive um ônibus com PMs, ambulância do Corpo de bombeiros e uma caçamba onde foi colocado os restos dos barracos destruídos.

Nenhuma autoridade se pronunciou até o momento publicamente como poderiam auxiliar e fazerem acompanhamentos dessas pessoas em estado de vulnerabilidade.


Não se esqueça de ler isso também ...

1 comentários:

  1. Vamos ver se este individuo vai investir algum centavo neste pedaço de terra que foi ocupado por estas familia carente...

    ResponderExcluir

Colaboradores