Arrow

HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

Dazo: Um exemplo de vida
Figura muito dócil e querida em toda Itiruçu, alegre e de temperamento fácil, cativante e prestativo; Estou falando de Gildásio Rodrigues de Souza, ou simplesmente DAZO, filho de D. Cecília, irmão de Lucy e Jaime Boró, e cunhado de Didi...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Fé realiza os desejos de nossos corações


A Fé é acreditar que uma coisa é verdade e agir de acordo com essa crença. Todo mundo tem fé em alguma coisa. A Bíblia diz que devemos ter fé em Deus e no Seu poder para mudar nossa vida. Somos salvos pela fé em Jesus. - Hebreus 11:6.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BÍBLICOS

LEIA A BÍBLIA!

Prefeita presta queixa em delegacia contra vice em Ipiaú

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 20 de junho de 2018 - 0 Comentários

A vice-prefeita denunciou que a Prefeitura teria comprado 4 mil sacos de cimentos






A prefeita de Ipiau Maria das Graças, acompanhada da procuradora jurídica do município, esteve na delegacia d o município nesta quarta-feira (20), para registrar uma queixa de difamação e calunia por parte da vice-prefeita Margarete Chaves, que teria dito numa entrevista no programa de rádio "A Hora da Verdade", na FM Ipiaú, no último dia 23 de maio, que a prefeitura teria comprado 4 mil sacos de cimentos no mês de fevereiro de 2018.

"O município de Ipiaú nunca comprou, na gestão de dona Maria das Graças, nem tão pouco pagou, uma quantidade de 4 mil sacos de cimento. O que aconteceu foi o seguinte, no início do ano de 2017, a prefeitura fez uma licitação na modalidade de registro de preços, onde o prazo de vigência é de um ano. Durante esses 12 meses, a prefeitura pode comprar os sacos de cimento que forem necessários para a utilização de obras diversas de qualquer secretaria ou órgão do município. Com isso, ao decorrer do ano de 2017, mês a mês foram compradas quantidades variáveis de sacos de cimento... Em 2018, da mesma forma, a licitação ainda está vigente e os sacos de cimentos são comprados e pagos mediante nota fiscal mês a mês, de acordo com a necessidade do município", disse a procuradora Isabelle Velúcia Dias de Araújo.

Procuradora jurídica do município explica à imprensa o motivo da queixa contra a vice-prefeita.
Em relação ao mês de fevereiro, denunciado pela vice-prefeita, a procuradora explicou: "No mês de fevereiro, o município emitiu uma nota fiscal porque comprou, utilizou e pagou através de nota fiscal 200 sacos de cimento. Ao todo, jamais sequer foram utilizados 4 mil sacos de cimento, não existe nenhuma nota fiscal contendo essa quantidade. Então a gente percebe que isso foi uma calúnia por parte da vice-prefeita e a tentativa de induzir a população de que a prefeita estaria utilizando sacos de cimento sem até fazer nenhuma obra", finalizou a procuradora em entrevista coletiva à imprensa na delegacia de Ipiaú. Nossa reportagem manteve contato por telefone com a vice-prefeita Margarete Chaves, mas ela informou que no momento estava em numa 'festinha' dos idosos e que não iria comentar a reação da gestora do município. O rompimento da prefeita e da vice se deu logo após a eleição. O motivo ainda é desconhecido.  

(Giro Ipiaú)


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS