Governo punirá quem seguir fomentando a greve - Itiruçu Notícias
Arrow
formatura do Proerd em Itiruçu - Imagens Wilson Novaes


Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Governo punirá quem seguir fomentando a greve

Por: Itiruçu Notícias - quinta-feira, 31 de maio de 2018 - 0 Comentários

Temer manda endurece punições contra empresas e acusados de fomentar protestos



O governo vai endurecer o discurso e a prática contra os grupos que ainda tentam manter as paralisações nas estradas e deve aumentar as prisões e os processos contra acusados de fomentar os protestos, sejam agrupamentos políticos ou empresários, disse à Reuters uma alta fonte palaciana.
A avaliação do Planalto é que nos últimos dias limites foram ultrapassados e o governo precisa reagir com rigor.
A cena de um caminhoneiro sendo arrancado da boleia de seu caminhão a socos causou profundo incômodo no Planalto e o tom da reação foi dado em entrevista nesta quarta-feira, que retirou os ministros políticos de cena e centrou na área de segurança e justiça, com os ministros Raul Jungmann, da Segurança Pública, Sérgio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional, e Grace Mendonça, da Advocacia-Geral da União.
"Temos que cuidar para que a repressão não leve a reações como aconteceram em 2013, mas é preciso endurecer, sem dúvida", disse a fonte.
Nesta quarta, as forças policiais apertaram o cerco ao que o governo chama de infiltrados --grupos externos ao movimento de caminhoneiros que estariam impedindo que os motoristas voltassem ao trabalho e a empresas e distribuidores que estariam por trás dos movimentos.
De acordo com a fonte, não há dúvidas no governo de que houve locaute, quando as empresas agem para incentivar o movimento de trabalhadores-- e terá de haver punições.
Até agora, o Supremo Tribunal Federal (STF) já autorizou a cobrança de multas de 96 empresas, em um valor inicial de 141 milhões, atualizado na noite desta quarta para 272 milhões de reais.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif