Ciro pede demissão de Parente do presidente da Petrobras - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Ciro pede demissão de Parente do presidente da Petrobras

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 29 de maio de 2018 - 0 Comentários

Pedro Parente é  "para servir aos interesses estrangeiros" diz Ciro Gomes



O pré-candidato ao Planalto pelo PDT e ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, criticou a política de preços adotada pelo presidente da Petrobras, Pedro Parente. Durante entrevista ao Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira, 28, Ciro disse que a política equivocada de Parente favorece importadores, que empurram "esse preço absurdo e criminoso" para os consumidores e chegou a pedir a demissão do presidente da Petrobras.

Ciro argumentou que Parente, "para servir aos interesses estrangeiros", deixou um terço da capacidade de produção de combustível do Brasil ociosa, o que abriu espaço para a atuação de importadores, que aplicam preços baseados no mercado internacional. "Não temos que cair no preço comercial", disse. "Nós temos uma companhia estatal que tem padrões de eficiência e de custos e que pode transferir essa eficiência para o interesse brasileiro", afirmou o presidenciável. "Só há uma saída. Demitir o seu Pedro Parente. Peço aqui publicamente a demissão (dele)", declarou.

Ciro, entretanto, voltou a negar que adotaria uma política de controle de preço nos moldes adotados por governos petistas, o que, segundo ele, é "um erro do passado que não serve ao Brasil".
Segundo Ciro, as manifestações dos caminhoneiros, em greve há oito dias, deixam claro "que o governo brasileiro impôs à sociedade uma política de preços absolutamente fraudulenta".
Nos cenários sem Lula, Ciro tem entre 11,1% e 12% das intenções de voto, de acordo com a pesquisa CNT/MDA de maio, mais recente levantamento sobre a corrida presidencial com abrangência nacional.
Foto: Ricardo Moraes/Reuters


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS