Vereador apresenta projeto que puni embasa pela falta de água - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Vereador apresenta projeto que puni embasa pela falta de água

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 28 de março de 2018 - 0 Comentários

O Vereador Paulo Ezio (PSB) apresentou e foi aprovado projeto Lei que regulamenta abastecimento de agua no município pela Embasa



Diante da falta de compromisso da a Empresa Baiana de Abastecimento e Recurso Hídricos (EMBASA) com  os consumidores o vereador Paulo Ezio apresentou  projeto Lei nº 03/2018 no dia 28 de março de 2018  na Câmara de vereadores sendo aprovado por unanimidade, para que a população não seja prejudicada. Pois além da falta de água é obrigada a  pagar integralmente a conta todos mês mesmo sem cai uma gota nas torneiras.
Agora  pela lei municipal a empresa só poderá cobra pelos dias que cai água. O desconto se dá nos caso de interrupção de abastecimento superiores as seis horas ininterruptas, ou cumulativamente, a cada vinte e quatro horas, ocorridos no período de trinta dias, base do faturamento da tarifa mensal.
Segundo a Lei o consumidor deverá comunicar  ao Serviço de Atendimento ao Cliente da Embasa e será bom anotar o protocolo da reclamação para futuro contratempos no caso do não cumprimento da lei pela empresa.
Segundo o o Vereador Paulo Ezio ele já encaminhou 2 ofícios cobrando  da EMBASA uma satisfação e providências  mas a empresa nem responde.

Um manifesto foi realizado pela população  e uma representação feita  contra a empresa em 2016 pode o ministério publico não se posicionou.
Na época a representação  foi feita porque a empresa não vinha e não vem cumprindo o contrato de adesão de prestação dos serviços de abastecimento de água no município lesando o Código de Defesa do Consumidor no seu artigo 22, que diz: "Os órgãos públicos, por si ou suas empresas, concessionárias, permissionárias ou sob qualquer outra forma de empreendimento, são obrigados a fornecer serviços adequados, eficientes, seguros e, quanto aos essenciais, contínuos".
O Código de Defesa do Consumidor define ainda que os serviços de saneamento básico, como é o caso da água que é um bem essencial à vida humana, que deve ter fornecimento adequado e contínuo, além da garantia da efetiva reparação pelos danos causados pela falta do serviço.  
Veja projeto do vereador Paulo Ezio na Integra:



Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores