Vereador apresenta projeto que puni embasa pela falta de água - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Vereador apresenta projeto que puni embasa pela falta de água

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 28 de março de 2018 - 0 Comentários

O Vereador Paulo Ezio (PSB) apresentou e foi aprovado projeto Lei que regulamenta abastecimento de agua no município pela Embasa



Diante da falta de compromisso da a Empresa Baiana de Abastecimento e Recurso Hídricos (EMBASA) com  os consumidores o vereador Paulo Ezio apresentou  projeto Lei nº 03/2018 no dia 28 de março de 2018  na Câmara de vereadores sendo aprovado por unanimidade, para que a população não seja prejudicada. Pois além da falta de água é obrigada a  pagar integralmente a conta todos mês mesmo sem cai uma gota nas torneiras.
Agora  pela lei municipal a empresa só poderá cobra pelos dias que cai água. O desconto se dá nos caso de interrupção de abastecimento superiores as seis horas ininterruptas, ou cumulativamente, a cada vinte e quatro horas, ocorridos no período de trinta dias, base do faturamento da tarifa mensal.
Segundo a Lei o consumidor deverá comunicar  ao Serviço de Atendimento ao Cliente da Embasa e será bom anotar o protocolo da reclamação para futuro contratempos no caso do não cumprimento da lei pela empresa.
Segundo o o Vereador Paulo Ezio ele já encaminhou 2 ofícios cobrando  da EMBASA uma satisfação e providências  mas a empresa nem responde.

Um manifesto foi realizado pela população  e uma representação feita  contra a empresa em 2016 pode o ministério publico não se posicionou.
Na época a representação  foi feita porque a empresa não vinha e não vem cumprindo o contrato de adesão de prestação dos serviços de abastecimento de água no município lesando o Código de Defesa do Consumidor no seu artigo 22, que diz: "Os órgãos públicos, por si ou suas empresas, concessionárias, permissionárias ou sob qualquer outra forma de empreendimento, são obrigados a fornecer serviços adequados, eficientes, seguros e, quanto aos essenciais, contínuos".
O Código de Defesa do Consumidor define ainda que os serviços de saneamento básico, como é o caso da água que é um bem essencial à vida humana, que deve ter fornecimento adequado e contínuo, além da garantia da efetiva reparação pelos danos causados pela falta do serviço.  
Veja projeto do vereador Paulo Ezio na Integra:



Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS