Otto Alencar defende Jaques Wagner de acusações de corrupção - Itiruçu Notícias
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Ministerio publico é acionado contra a Embasa

Consumidores espera que Ministério Publico defenda a população contra o mal serviço da Embasa. Moradores de Itiruçu entraram nesta ...


Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)

O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

CONTINUE LENDO


COLUNISTAS




MAIS LIDAS DO MÊS


Otto Alencar defende Jaques Wagner de acusações de corrupção

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 27 de fevereiro de 2018 - 0 Comentários

A investigação, segundo o senador, foi ferir a honra de um ex-governador



Em pronunciamento nesta terça-feira (27), o senador Otto Alencar (PSD-BA) classificou como grande injustiça a operação da Polícia Federal que teve como alvo o ex-governador Jaques Wagner. Segundo o senador, tanto o Tribunal de Contas da União quanto o Ministério Público Federal fiscalizaram corretamente as obras do estádio da Fonte Nova, destinado à Copa do Mundo de 2014, e consideraram regular a captação de recursos para o empreendimento.
"Uma obra de R$ 600 milhões tem uma acusação leviana, descabida, de que o ex-governador Jaques Wagner tenha ficado com R$ 82 milhões. Mas não apareceu mala como apareceu em outras ações, não apareceu nenhuma prova. O que apareceu, na verdade, foi uma coisa direcionada" afirmou o senador.
Além de salientar a falta de provas de corrupção de Jaques Wagner, Otto Alencar acrescentou que a operação da Polícia Federal teria sido irregularmente antecipada aos meios de comunicação. O objetivo verdadeiro da investigação, segundo o senador, foi ferir a honra de um ex-governador que gozou de elevada popularidade em seus mandatos e elegeu seu sucessor com facilidade.
Fonte Agência Senado


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação