Itiruçu: Chuvas derrubaram muro do estádio e cemitério - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Itiruçu: Chuvas derrubaram muro do estádio e cemitério

Por: Ed Santos - segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018 - 0 Comentários

Três dias após as fortes chuvas que caíram na noite de sábado em Itiruçu, os estragos ainda podem ser contabilizados.




As chuvas duraram mais de uma hora de forma intensa acompanhada com raios e trovões, e mais de quatro horas no total, com precipitações que alcançaram mais de 100 milímetros, ou seja, 100 litros por metros quadrados e terminou por inundar casa, derrubar muros, também levou alívio à zona rural para amenizar os efeitos da estiagem recente. 



Foram contabilizadas mais de 12 casas invadidas pelas águas, sendo várias dessas com seus proprietários tendo prejuízo total nos moveis. As força da correnteza atingiu com mais força a praça Gilberto Scaldaferri (Praça da Feira) e o Itiruçuzinho, próximo ao estádio municipal. Por falar no estádio, o portão foi arrancado pela enxurrada e parte do muro desabou. Nossa reportagem constatou também que pedaço do muro do cemitério municipal, parte antiga também não aguentou e cedeu. Quem for trafegar na cidade também deve ter cuidado com buracos no calçamento. 




Moradores reclamam do poder público alegando que várias gestões passaram e ninguém resolveu de forma definitiva as dificuldades com águas das chuvas de verão. Todos os anos passam pela mesma situação e prejuízos.
Informações de que uma equipe da Assistência Social esteve no local para assistir as vítimas. Por enquanto ninguém da prefeitura se pronunciou sobre como irá resolver o problema que se agrava há décadas.
Para os próximos dias a previsão é de continuar chovendo na região, podendo cair até 100 milímetros segundo a agencia Climatempo.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores