Hospital da Mulher de prontidão no Carnaval 2018 - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Hospital da Mulher de prontidão no Carnaval 2018

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018 - 0 Comentários

Unidade realiza acolhimento às mulheres em situação de violência sexual


Um lugar para ser acolhida e receber todo o suporte necessário em casos de violência sexual. O Serviço AME, localizado no Hospital da Mulher, no Largo de Roma, em Salvador, acolhe integralmente as mulheres e adolescentes a partir dos 12 anos que forem expostas a situações de abusos e violência sexual.
Composto por equipe multiprofissional, o serviço é formado por médicos ginecologistas, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogas e farmacêuticas, com funcionamento nas 24horas, todos os dias da semana, incluindo finais de semana, carnaval, feriados e demais datas comemorativas.
Em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM-BA) o Serviço AME estará com unidade móvel de quinta (08/02) a terça-feira (13/02) no circuito Dodô, orientando e encaminhando, quando necessário, para o Hospital da Mulher. A ação é uma pactuação com representantes de diversos órgãos da Rede de Enfrentamento à Violência contra as Mulheres durante o Carnaval de Salvador, com o objetivo de oferecer mais proteção às baianas e turistas. Desde o ano passado, o AME é referência em acolhimento no período do Carnaval.

Na unidade, o Serviço AME recebe mulheres por demanda espontânea – também chamada porta aberta – sem necessidade de agendamento prévio e podem ser encaminhadas pela rede de enfrentamento à violência contra a mulher, através de órgão judicial e policial, Instituto Médico Legal (IML), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Delegacia Especial de Atenção à Mulher (DEAN’s), Unidade de Pronto Atendimento (UPA’s) e Central Estadual de Regulação da Bahia (CER-BA).
Na Unidade Móvel, assistentes sociais estarão de plantão na unidade móvel de quinta (08/02) a terça-feira (13/02) no circuito Dodô, em Ondina, próximo às esculturas “das gordinhas” esclarecendo dúvidas e realizando o encaminhamento para o Hospital da Mulher, adolescentes e mulheres expostas à violência sexual para o atendimento médico e psicossocial necessário à sua saúde física e mental.

O Serviço AME orienta que o atendimento de emergência – primeiro atendimento – seja realizado em até 72 horas da violência para um melhor prognóstico. A paciente dando entrada na unidade realiza exames laboratoriais sorológicos, profilaxia para HIV e DST's, contracepção de emergência, além de, quando necessário e desejo da mulher, dispõe de acompanhamento a delegacia especializada para registro da ocorrência e exame médico pericial em parceria com o IML.
“Embora os atendimentos aconteçam com ou sem o registro do Boletim de Ocorrência (B.O.), a notificação através do documento é importante para maior precisão e eficácia das políticas de reparação.”, esclarece a coordenadora do AME, Jamile Martins.

Além do atendimento de emergência, o AME realiza consultas de seguimento multiprofissional por no mínimo seis meses. O Serviço desenvolve cuidado diferenciado às mulheres em situação de violência sexual e em caso de dúvidas e encaminhamentos o contato é através do telefone (71) 4141-6520 ou e-mail: servicoame@gmail.com. Denúncias de violência sexual podem ser feitas através do Disque 180.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum