Caso Isabelly: irmãos são indiciados por homicídio qualificado - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Caso Isabelly: irmãos são indiciados por homicídio qualificado

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 24 de fevereiro de 2018 - 0 Comentários

O crime aconteceu , enquanto a menina voltava de uma de suas gravações Isabelly



Os irmãos Everton e Cleverson Vargas foram indiciados por homicídio qualificado, por motivo fútil, pela morte da modelo e youtuber Isabelly Cristine Santos, de 14 anos, no litoral do Paraná. A delegada Vanessa Alice, responsável pelo caso, confirmou a informação nesta sexta-feira (23).
De acordo com o R7, o  inquérito foi remetido ao Ministério Público do Paraná (MP-PR) e ambos seguem presos preventivamente na Delegacia de Matinhos. A delegada considerou no inquérito que não há indícios de ter havido ameaça do motorista que conduzia o carro de Isabelly, como Everton alegou.
"Everton alega que imaginou trata-se de um assalto, porém o veículo Palio apenas parou na esquina, a 80 metros do veículo onde se encontrava o autor dos disparos. Como acreditar que Everton sentiu-se ameaçado? E, se isto ocorreu, entendo que foi de forma precipitada", disse a delegada no documento.
O crime chocou o estado do Paraná por tirar a vida de uma jovem por um motivo fútil: um desentendimento no trânsito. Isa voltava com a mãe e dois amigos de uma casa de shows do litoral paranaense quando foi atingida acima do olho esquerdo.

Entenda o caso

De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O), um desentendimento no trânsito, ocorrido na BR-412, no dia 14/02, foi a motivação para o crime. Ocupantes de um Citroen Xsara Picasso, prata ou cinza, teriam atirando contra o veículo onde a vítima estava.
A mãe de Isabelly confirmou a informação, no entanto, disse não ter existido uma briga, desentendimento ou discussão. Segundo ela, as duas voltavam de um show onde a filha foi entrevistar o MC para o seu canal quando o carro dos acusados fechou o veículo em que as duas estavam e o jogou para o acostamento. Rosana, que estava na direção, teria então retornado para a pista e feito o contorno para seguir em direção a Paranaguá. Nesse momento, os ocupantes foram atrás das duas e fizeram cinco disparos. Segundo a Polícia Civil, dois deles atingiram o carro e um deles a cabeça da vítima.
Ainda de acordo com a mãe, foi tudo muito rápido, quando ela olhou a filha já estava desmaiada no banco de passageiros. Ela foi socorrida e levado à Casa Hospitalar de Pontal do Paraná, mas ainda durante a madrugada, devido a gravidade do ferimento, foi transferida para o Hospital Regional do Litoral. Sua mãe publicou a mensagem marcando o local .

Polícia Civil prendeu os dois irmãos, comerciantes da região de Curitiba, no Balneário Ipanema, em Pontal do Paraná. Aos policiais, o atirador confessou que fez os disparos e entregou a arma utilizada, uma pistola 380 e munições.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores