Câncer cervical, tratamento precose aumenta em 90% chances de cura - Itiruçu Notícias - Você conectado com a informação
Arrow
NOTÍCIA EM DESTAQUE

Como começou o São Pedro de Itiruçu?

A maior festa do município de Itiruçu o São Pedro de Itiruçu já tem 62 anos de tradição. Segundo o professor e historiador Marcos Cesar, o São Pedro de Itiruçu tem origem nos anos 50 do séc XX, quando o médico Dr. Antenor Rodrigues Costa, que concluiu o curso de medicina e foi trabalhar na cidade de Maraú "Recôncavo da Bahia", mas resolveu mudar para outra cidade, mas que tivesse a terminação em u, e a cidade escolhida foi Itiruçu. Na época era raro ter médico em cidade pequena e DR, Antenor sentiu falta de lazer, pois Itiruçu não tinha o que oferecer em lazer, então resolveu reunir a sociedade itiruçuensse, e na reunião ficou decidido a criação de um clube social. O Senhor Vivaldo Bastos fez a doação do terreno, localizado na Rua Presidente Vargas, onde hoje se encontra o Posto de Saúde. Com a contribuição em dinheiro e mão de obra, ergue-se o clube, que foi batizado com o nome de "Sociedade Lítero Recreativa de Itiruçu" (SLRI) sendo inaugurado em 1956, com grande festejos e pompas, dando inicio naquele ano a festa de São Pedro...CONTINUE LENDO

HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Fé realiza os desejos de nossos corações


A Fé é acreditar que uma coisa é verdade e agir de acordo com essa crença. Todo mundo tem fé em alguma coisa. A Bíblia diz que devemos ter fé em Deus e no Seu poder para mudar nossa vida. Somos salvos pela fé em Jesus.
“Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa àqueles que o buscam.” - Hebreus 11:6.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS



BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Câncer cervical, tratamento precose aumenta em 90% chances de cura

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 13 de janeiro de 2018 - 0 Comentários


O câncer cervical se desenvolve no colo do útero (a parte inferior do útero) e geralmente resulta de infecção por vírus do papiloma humano (HPV), transmitido durante a relação sexual.
Ele pode causar sangramento vaginal irregular, mas os sintomas podem não aparecer até que o câncer tenha aumentado ou se espalhado.
Exames de Papanicolau (Pap) geralmente podem detectar anomalias, que são, depois, enviadas para biópsia.
O tratamento geralmente envolve cirurgia para remover o câncer e muitas vezes o tecido ao redor e, muitas vezes, se os tumores forem grandes, radioterapia e quimioterapia.
Realizar exames regulares de Papanicolau e se vacinar contra o HPV pode ajudar a prevenir o câncer cervical.
O Papanicolau já reduziu o número de mortes decorrentes de câncer cervical em mais de 50%. Se todas as mulheres realizarem exames de Papanicolau regularmente, as mortes em razão desse tipo de câncer podem ser praticamente eliminadas. 
O colo do útero é a parte inferior do útero. Ele se estende para dentro da vagina. A idade média de diagnóstico é cerca de 50  anos, mas pode afetar mulheres jovens de 20 anos. O tratamento na fase inicial aumenta para  90% de chances de cura.

Com desenvolvimento lento e silencioso, o câncer de colo do útero atinge cerca de 530 mil mulheres por ano no mundo. Somente em 2016, o Instituto Nacional do Câncer – INCA estimou que mais de 16 mil novos casos seriam registrados, sendo o terceiro tipo de câncer mais comum entre a população feminina no Brasil. Para alertar as mulheres sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce deste tipo de tumor, janeiro é conhecido mundialmente pelo laço verde claro. “Inicialmente esse tipo de câncer pode não apresentar sintomas, dificultando a detecção. Quando em estádio avançado, pode apresentar quadros de sangramento vaginal fora do período menstrual ou após a relação sexual, secreção vaginal anormal e dor abdominal associada a problemas urinários ou intestinais”, ressalta Mariana Batista, médica oncologista do Instituto Oncológico de Ribeirão Preto – InORP.

O risco de desenvolver câncer cervical é aumentado pelo seguinte:
  • Ter relações sexuais pela primeira vez em uma idade jovem
  • Ter mais de um parceiro sexual
  • Ter relações sexuais com homens cujas parceiras anteriores tiveram câncer cervical
  • Fumar cigarro
Quanto mais jovem a mulher tiver sua primeira relação sexual, e quanto mais parceiros sexuais ela tiver tido, maior o risco de câncer cervical.
Aproximadamente 80 a 85% dos casos de câncer cervical são carcinomas de células escamosas, que se desenvolvem nas células planas semelhantes à pele que revestem o colo do útero. A maioria dos outros tipos de câncer cervical são adenocarcinomas, que se desenvolvem a partir de células da glândula
O câncer cervical começa com alterações lentas e progressivas em células normais na superfície do colo do útero. Essas alterações, chamadas de displasia ou neoplasia intraepitelial cervical (NIC), são consideradas pré-cancerosas. Isso significa que, se não forem tratadas, podem evoluir para câncer, às vezes depois de anos. Ele começa na superfície do colo do útero e pode penetrar profundamente a superfície. O câncer pode se espalhar diretamente para os tecidos ao redor, incluindo a vagina. Ou pode entrar na rica rede de vasos linfáticos no interior do colo do útero e depois se espalhar para outras partes do corpo. Raramente, se espalha através da corrente sanguínea.

Alterações pré-cancerosas geralmente não apresentam sintomas. Nos estádios iniciais, o câncer cervical pode não apresentar sintomas. O primeiro sintoma geralmente é sangramento anormal da vagina, na maioria das vezes após a relação sexual. Manchas ou sangramento mais intenso podem ocorrer entre os períodos ou os períodos podem ser extraordinariamente intensos. Cânceres grandes têm mais chances de sangrar e podem gerar uma secreção com mau-cheiro da vagina e dor na região pélvica.
Se o câncer for generalizado, pode causar dores lombares e inchaço das pernas. O trato urinário pode ser bloqueado e, sem tratamento, insuficiência renal e morte podem resultar.
Leia mais sobre este Assunto CLICANDO AQUI !


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS