PRF: "E Agora? O tráfico de animais silvestres no Brasil” - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


PRF: "E Agora? O tráfico de animais silvestres no Brasil”

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 23 de janeiro de 2018 - 0 Comentários

PRF apresenta documentário sobre tráfico de animais e promove debate sobre o tema


A Superintendência da Polícia Rodoviária Federal na Bahia promoveu ontem (22) a apresentação do documentário "E Agora? O tráfico de animais silvestres no Brasil”, que trata do desse tipo de crime no Brasil e aborda as consequências da prática para todo o ecossistema.
A PRF é referência no combate ao tráfico de animais graças à sua consciência socioambiental e às parcerias que desenvolveu ao longo dos anos com outros órgãos e ONGs dedicados à preservação da vida.
Aspectos socioculturais e geográficos colocam a Bahia, ao mesmo tempo, como rota e destino final do tráfico de animais, além de ser estado fornecedor de espécimes cobiçados pelos criminosos.
Com essa visão, e objetivando sensibilizar cada vez mais as pessoas sobre a causa e promover o debate, foi realizado este evento, que ocorreu no auditório do Ministério Público da Bahia, em Salvador.
Estiveram presentes o Superintendente da PRF na Bahia, Inspetor Virgílio de Paula Tourinho; a Drª Cristina Seixas, Promotora de Justiça e coordenadora do Centro de Apoio às Promotorias Ambientais (CEAMA); a Coordenadora do Programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) do Ministério Público da Bahia, Promotora Drª Luciana Kure; o Inspetor Marcos França; o idealizador do documentário, Humberto Bassanelli; e representantes do IBAMA, INEMA, Polícia Civil, Secretaria do Meio Ambiente, Guarda Municipal de Salvador, Polícia Militar e Polícia Federal.
A apresentação iniciou às 17h e se encerrou às 21h30, período em que foi exibido o documentário e, posteriormente, ocorreram debates em que foram discutidos problemas enfrentados no combate ao tráfico de animais, bem como as suas soluções. Pessoas que acompanharam na plateia também fizeram questionamentos e sugestões às autoridades ocupantes da mesa.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum