Arrow

VERSÍCULOS BÍBLICOS

LEIA A BÍBLIA!

João Leão consolida protejo de implantação da usina de açúcar

Por: Itiruçu Notícias - quinta-feira, 4 de janeiro de 2018 - 0 Comentários

O Vice-Governador e Secretário do Planejamento João Leão em reunião realizada hoje em seu gabinete, (03/01), com o empresário Sérgio Paranhos, com a presença da equipe técnica da Seplan, consolidou o João Leão consolida a implantação da usina de açúcar do grupo Paranhos em Muquém do s. Francisco
de implantação da primeira usina de açúcar e álcool a ser instalada no município de Muquém de São Francisco, que fica na região do Médio São Francisco. O empresário é proprietário do Grupo Paranhos que possui 50 mil hectares de terra na citada região, dos quais uma parte será dedicada a um grande projeto agroindustrial que tem como base a produção de açúcar e álcool.


A usina terá uma capacidade inicial de moagem de 1,2 milhões de toneladas de cana, mas a previsão é chegar a 3,0 milhões de toneladas o que a levará a ser uma das maiores do norte e nordeste do Brasil. A produção será iniciada pelo álcool e no segundo ano da sua implantação será iniciada a produção de açúcar. A previsão é da geração, nos cinco primeiros anos, de cerca de 5 mil empregos. O investimento previsto inicialmente é de 500 milhões.

Esta usina do Grupo Sérgio Paranhos será a primeira usina flex do nordeste, isso significa que produzirá álcool utilizando na moagem cana de açúcar, milho e sorjo. Até o mês de dezembro passado já haviam sido plantados 20 mil hectares de sorgo. O projeto já foi iniciado com a implantação de 15 pivôs que estão molhando 120 hectares de cana já plantados e que servirá para a produção de sementes para os 7 mil hectares que futuramente serão plantados. Os resíduos do milho, sorgo e o bagaço de cana resultantes da moagem serão transformados em ração para animal. A propriedade tem, também, em confinamento, 15 mil cabeças de gado. O ciclo de utilização dos resíduos se fechará com o uso do esterco do gado para adubação. Um dos objetivos do Grupo, futuramente, será a produção de açúcar orgânico.

O vice-governador João Leão comentou a decisão do empresário Sérgio Paranhos como “uma decisão importante para a Bahia que só produz 9,7% do açúcar que consome e 11,3% do álcool. Esta decisão do Grupo Sérgio Paranhos fortalece a certeza de que com trabalho e perseverança nosso governo está construindo novas perspectivas de desenvolvimento para o interior da Bahia, para os nossos territórios de identidade. Já iniciamos os projetos para a implantação de mais 4 usinas nos municípios de Barra, Xique-Xique e no próprio Muquém do São Francisco”.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



Publicidade