Roberto Pinheiro: "Brasil,a mercê de tiranos e inconsequêntes" - Itiruçu Notícias
Arrow
AO Vivo formatura do Proerd em Itiruçu - Imagens Wilson Novaes


Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Roberto Pinheiro: "Brasil,a mercê de tiranos e inconsequêntes"

Por: Redação Itiruçu Notícias - sexta-feira, 8 de dezembro de 2017 - 0 Comentários


A poesia a canção já abriu os olhos dos brasileiros em outrora, mesmo diante de uma forte censura praticada através dos Atos Institucionais (AI’s) criados para aumentar a repressão do Estado sobre a população ou qualquer manifestação que fosse contrária ao governo imposto no país.Hoje a "Liberdade" expressão está ai e as musicas que fazem sucesso são as que fazem apologia a sexualidade do corpo esquecendo a situação caótica em que se encontra o país.
 A corrupção se entranhou no núcleo da sociedade conduzida por grande parte dos políticos e todos sendo obrigado a conviver com ela.
Em mais  uma manifestação artístico-cultural de forte teor político o itiruçuense cantor compositor Roberto Pinheiro dos Santos (Zupero) expõe em mais uma de suas escrita a indignação pelo quadro político atual .Veja abaixo:

Quanta atrocidade
Veja que hipocrisia.
Bandidos com o microfone
Pregando a democracia.

Deviam zelar do caráter
E não se tornar vagabundo.
Más passam o tempo roubando
Com a cara mais limpa do mundo.

Bandidos de terno e gravatas
Vivendo em total liberdade.
Fazendo discursos bonitos
Zombando da sociedade.

Eleitos com o nosso voto
Depois vai trocar pro propina.
Corrompem a justiça humana
Mas não a justiça divina.

Hoje o Brasil é chamado
De berço da corrupção.
Um nome ideal pra Brasília?
Indústria de fazer ladrão.

Agora passou dos limites
O grau dessa corrupção.
E como se ja não bastasse
O bandido é quem julga o ladrão.

Estamos num barco a deriva
Perdidos no meio do mar.
A coisa é grave a tal ponto
Que fez um palhaço chorar.

Um dia vou envelhecer
Levarei essa triste lembrança.
Isso tudo vai comprometer
O futuro das nossas crianças.

São donos de muitas riquezas
Usando o dinheiro ilegal.
E o povo morrendo amíngua
Na fila de um hospital.

O país ta no fundo do poço
Vivendo na impunidade.
Políticos roubando dinheiro
Quem paga é a sociedade.

Roubando os direitos do povo
Luxando e vivendo feliz.
Aqui não existe justiça
Más Deus é um grande juiz.
Roberto Pinheiro dos Santos. (Zupero).


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes