Presépio: tradição católica preservada por Joaquim França - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre Câncer de cólon - Intestino Grosso

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Presépio: tradição católica preservada por Joaquim França

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 28 de dezembro de 2017 - 0 Comentários


Tradições muitas das vez vem de uma descendência familiar. No mês de dezembro uma das tradições católicas que está desaparecendo é o presépio. São raras as residenciais que ainda é preservada a tradição de fazer o presépio como uma representação do nascimento de Jesus. Joaquim França conhecido popularmente por "Quincas" morador do distrito de Upabuçu  vai em sentido contrario as estatísticas seguindo uma tradição que dura a mais de 80 anos. 
"O presépio é uma grande tradição que vem aos poucos deixando de existir, mais para mim é o contrario mim sinto muito feliz em dar continuidade a uma obra de arte iniciada lá nos anos de 1930 quando a minha Mãe ainda muito jovem reunia grupo de mulheres com o destino aos morros da região em busca de cascas, musgo, limos , bromélias , e tantos outros vegetais que é indispensável para a beleza do presépio, são mais de 80 anos de tradição." comentou  Quincas.
O presépio de Quincas se tornou uma grande obra de arte e símbolo religioso e  muito visitado no distrito de Upabuçu e toma quase por completo um cômodo de sua residência..

O primeiro presépio da historia  foi criado por São Francisco de Assis em 1223. Ele montou o primeiro presépio em uma gruta, na Itália. Na época, a Igreja não permitia a realização de representações litúrgicas nas paróquias, mas São Francisco pediu a dispensa da proibição, para relembrar ao povo a natividade de Jesus Cristo. O objetivo de São Francisco era facilitar a compreensão do nascimento de Jesus.
No Brasil, a cena do presépio foi apresentada pela primeira vez aos índios e colonos portugueses em 1552, por iniciativa do padre José de Anchieta.
"Só tenho que agradecer ao Jesus Menino por tudo, que neste Natal seja de muita paz, saúde , amor, que a paz reina em cada conto do mundo, na minha na sua família." agradeceu Quincas.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif