Solla: Nota “C” para Governo da Bahia é “manipulação injustificável” - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Solla: Nota “C” para Governo da Bahia é “manipulação injustificável”

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 7 de dezembro de 2017 - 0 Comentários


O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) contestou a avaliação contábil do Tesouro Nacional que deu nota “C” às finanças do Governo da Bahia. “Atrasaram a liberação e mudaram a regra em novembro para prejudicar a Bahia. Uma manobra calhorda que submete o Tesouro Nacional a este tipo de vexame”, disse o petista.
Ele destaca que desde julho deste ano o governo do Estado já tinha cumprido com todas as etapas técnicas para a liberação do empréstimo de R$ 600 milhões que o governador Rui Costa (PT) captou junto Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). “Em 16 de agosto, relatório do Tesouro manteve a nota B que a Bahia sustentava há anos. Estava tudo ok, mas eles seguraram por pedido de ACM Neto em acordo com Temer, isso é público”, recorda Solla.
Somente após a mudança de metodologia de avaliação estabelecida na Portaria do Ministério da Fazenda nº 501/2017, de 27 de novembro, a nota da Bahia foi rebaixada para “C”, em novo boletim divulgado nesta quinta-feira (7).
“A captação deste recurso foi parte de um acordo político que o presidente golpista fez com os governos que tinham finanças saneadas e não precisaram aderir ao socorro que a União deu a estados que estavam perto do calote, como São Paulo e Rio de Janeiro. Foi um socorro de R$ 400 bilhões em que o Nordeste não levou 5% da ajuda. Para criar alguma compensação, Temer acordou em permitir que a União fosse fiadora de empréstimos internacionais aos estados que não recorreram ao socorro. Agora eles vêm com esse diversionismo calhorda”, recorda o petista.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes