Brasileira reencontra filha sequestrada pelo pai há 7 anos - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha


EDITORIAL

Lembranças de Tom Scaldaferri: "Parece que foi ontem"


Da última vez que estive em Itiruçu, fiz questão de beber uma gelada no BAR SÃO JORGE!
Cortei uma prosa com meu grande amigo Valdo, e tive o prazer de relembrar aqueles velhos tempos nos anos 70 e 80!
Agora, fui além nas minhas lembranças quando revivi também os tempos de Seu Lior (pai de Marina e Gildenor), de Afonso e do meu tio Raimundo Scaldaferri! CONTINUE LENDO


COLUNISTAS




Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


Brasileira reencontra filha sequestrada pelo pai há 7 anos

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 28 de dezembro de 2017 - 0 Comentários


Após 7 anos, a brasileira Claudia Dias de Carvalho Boutros reencontrou a filha sequestrada pelo pai, nesta quinta-feira (28). O encontro, no Líbano, se deu após os pedidos dos advogados de Claudia, ficando decidido que a menor, Gabriella Boutros, de 13 anos, fique com a mãe, obrigando, desse modo, o pai a entregar Gabriella.
Segundo informações  do 'G1', a mãe, de 39 anos, gravou e divulgou vídeo nas redes sociais ao lado de Gabriella.
“Olá, fala inglês mesmo pra todo mundo”, pede Cláudia durante a gravação. “Eu estou aqui com minha mãe”, fala Gabriella, que quase não fala mais português e se comunica melhor em inglês e árabe. “Ai que lindo”, agradece a mãe.
Como lembrou o 'G1', após a separação do casal, a guarda da filha ficou com Claudia. Mas em 2010, Pedro foi a São Paulo e pegou Gabriella, então com 5 anos de idade, e, sem autorização e com documentos falsos, levou a criança a Trípoli, segunda maior cidade do Líbano.
Contudo, em outubro deste ano, a Justiça do Líbano atendeu ao pedido dos advogados de Claudia e decidiu que a menor fique com a mãe. Claudia ganhou as passagens para o Líbano de um libanês que mora na capital paulista.
Mesmo diante da decisão da Justiça do Líbano, Pedro fugiu com a filha de Trípoli. Ele deveria estar morando lá com Gabriella, mas preferiu se esconder das autoridades e não entregar a adolescente à mãe.
Nesta quinta-feira, no entanto, após negociações com seus advogados, o empresário libanês compareceu a um lugar determinado para discutir a devolução da adolescente. Um defensor da brasileira no Líbano está com ela no país para tentar cumprir a decisão da Justiça libanesa e repatriar a adolescente.
© Divulgação / Arquivo pessoal


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif