Brasileira reencontra filha sequestrada pelo pai há 7 anos - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre Câncer de cólon - Intestino Grosso

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Brasileira reencontra filha sequestrada pelo pai há 7 anos

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 28 de dezembro de 2017 - 0 Comentários


Após 7 anos, a brasileira Claudia Dias de Carvalho Boutros reencontrou a filha sequestrada pelo pai, nesta quinta-feira (28). O encontro, no Líbano, se deu após os pedidos dos advogados de Claudia, ficando decidido que a menor, Gabriella Boutros, de 13 anos, fique com a mãe, obrigando, desse modo, o pai a entregar Gabriella.
Segundo informações  do 'G1', a mãe, de 39 anos, gravou e divulgou vídeo nas redes sociais ao lado de Gabriella.
“Olá, fala inglês mesmo pra todo mundo”, pede Cláudia durante a gravação. “Eu estou aqui com minha mãe”, fala Gabriella, que quase não fala mais português e se comunica melhor em inglês e árabe. “Ai que lindo”, agradece a mãe.
Como lembrou o 'G1', após a separação do casal, a guarda da filha ficou com Claudia. Mas em 2010, Pedro foi a São Paulo e pegou Gabriella, então com 5 anos de idade, e, sem autorização e com documentos falsos, levou a criança a Trípoli, segunda maior cidade do Líbano.
Contudo, em outubro deste ano, a Justiça do Líbano atendeu ao pedido dos advogados de Claudia e decidiu que a menor fique com a mãe. Claudia ganhou as passagens para o Líbano de um libanês que mora na capital paulista.
Mesmo diante da decisão da Justiça do Líbano, Pedro fugiu com a filha de Trípoli. Ele deveria estar morando lá com Gabriella, mas preferiu se esconder das autoridades e não entregar a adolescente à mãe.
Nesta quinta-feira, no entanto, após negociações com seus advogados, o empresário libanês compareceu a um lugar determinado para discutir a devolução da adolescente. Um defensor da brasileira no Líbano está com ela no país para tentar cumprir a decisão da Justiça libanesa e repatriar a adolescente.
© Divulgação / Arquivo pessoal


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif