Envelhecimento da população são discutidos em encontro - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Envelhecimento da população são discutidos em encontro

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 14 de novembro de 2017 - 0 Comentários


O envelhecimento da população brasileira provoca impactos nas assistências à saúde, que também terão que assegurar sua longevidade para continuar prestando um bom atendimento a este público. A “virada” no perfil etário da população que acontecerá a partir de 2030, prevista pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta que o número de brasileiros com 60 anos ou mais de idade vai ultrapassar o de crianças de 0 a 14 anos. As conseqüências desta transformação foram debatidas hoje (14), no encerramento das atividades do 5º Meeting das Instituições de Assistência aos Servidores Públicos, realizado em Salvador e recepcionado pelo Planserv - Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais.

“Os planos terão que investir em gestão qualificada para lidar com esse novo quadro que se desenha”, disse o economista da Universidade de São Paulo (USP) e articulista do jornal “O Estado de São Paulo”, Roberto Macedo. “A população idosa precisa ter um plano de cuidado com sua saúde, zelando por sua alimentação e hábitos para garantir melhor qualidade de vida”, disse. Em sua palestra, o professor, doutor em Harvard, apresentou um panorama da atual realidade político-econômica brasileira, enfocando temas como Produto Interno Bruto (PIB), créditos, taxas de juros e contas públicas.

O encontro reuniu representantes de 10 estados brasileiros, a maior parte integrante do Conselho Nacional das Entidades de Saúde do Servidor Público (Conessp), organizadora do evento. A próxima edição será realizada em Teresina, no Piauí. “Fico muito feliz e agradecida por tê-los recebidos aqui na nossa terra. Espero que esse encontro tenha contribuído para ampliação do diálogo entre nós”, destacou a Coordenadora Geral do Planserv, Cristina Cardoso, anfitriã do evento.

Para a gestora, o debate de temas comuns, a troca de experiências e de soluções contribuem para uma melhoria constante da gestão dos planos de saúde oferecidos aos servidores públicos. “O objetivo comum é garantir-lhes um bom atendimento, sem abrir mão da sustentabilidade das assistências”, destacou.
Ascom Planserv


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum