Solla denuncia desvio de recursos de medicamentos para comprar votos - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Solla denuncia desvio de recursos de medicamentos para comprar votos

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 25 de outubro de 2017 - 0 Comentários


O deputado federal Jorge Solla (PT-BA) denunciou do plenário da Câmara o desvio de mais de R$ 680 milhões de medicamentos do Ministério da Saúde para a compra de votos de parlamentares na votação da denúncia contra o presidente Michel Temer.
O redirecionamento dos recursos chegou à Câmara através do PLN 33/2017, que prevê o cancelamento de gastos em diversas áreas do governo, como na assistência farmacêutica de R$ 180 milhões e nos medicamentos de alto custo de R$ 500 milhões. Por outro lado, são criados créditos de mais de R$ 6 bi destinados a pequenos investimentos que podem ser negociados com deputados para suas bases eleitorais, como a compra de 10 mil ambulâncias e construção de quadras esportivas, além de destinar mais R$ 100 milhões para publicidade.
"Pagar a conta de manter um presidente corrupto é caro, e pagar a conta de manter duas vezes é muito caro. O problema é quem paga a conta. Quem paga a conta é o povo brasileiro", disse o petista, membro da Comissão Mista de Orçamento (CMO), que analisará a matéria. Solla apresentará emenda que cancela os cortes nos medicamentos, na vigilância à saúde e na atenção básica.
“É um escândalo cortar medicamentos de alto custo para fazer o varejo político comprando deputados para salvar Temer. Eu já recebi relatos de médicos de que está faltando Tacrolimo, um imunossupressor utilizado por transplantados para reduzir a rejeição dos órgãos transplantados. É grave, a dose entregue em outubro foi metade da recomendada”, disse


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum