Gabriel o Pensador grava clipe de 'Tô Feliz (Matei o Presidente) 2' - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha


EDITORIAL

Viajando no tempo: do Jornal Itiruçu, evoluindo até o Itiruçu Notícias


O tempo urge e as memórias ficam, para revela a sua história. Recebi do amigo poeta Claudio Fernandes uma lembrança dos primeiros passos na área da informação. Na época não tinha internet, blogs, redes sociais, sites muito mesmo WhatsApp, mas já naquela época dávamos os primeiros passos na área da comunicação escrita. CONTINUE LENDO


COLUNISTAS

Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


Gabriel o Pensador grava clipe de 'Tô Feliz (Matei o Presidente) 2'

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 24 de outubro de 2017 - 0 Comentários


 Gabriel  (O Pensador) já em em 1992 o rapper brasileiro ainda com de 18 anos uma música chamada “Tô Feliz (Matei o Presidente) que foi um sucesso em um período onde o Brasil passava pelo impeachment do presidente Collor, chegando a ser  proibida em rádios pelo país.
Agora em 2017 o musico  voltou a gravar uma nova versão com letras baseadas nos tempos atuais diante  o panorama político caótico em que o pais de encontra.
O clipe que   já tem mais 1.528.565 visualizações na pagina do YouTube  gera grande repercussão na mídia.

"Já tinham me pedido para matar outros presidentes, mas essa música nasceu da indignação específica motivada pela questão da Amazônia, o que pra mim foi um símbolo do descaso com o que são nossos direitos e patrimônios", disse o rapper à Folha.Ele diz que já imaginava a repercussão, pois "Chega", lançada durante os protestos contra o PT, "também já havia viralizado". "Só estou com pena porque as pessoas estão cegas com essa polarização de direita e esquerda, quando a gente fala sobre a impunidade, que é o meu caso, as pessoas tentam te enquadrar como militante disso ou daquilo", diz.
Nas redes sociais, fãs e idolatras  de Jair Messias Bolsonaro criticaram a música por conter um trecho em que fala de pessoas "chamando políticos ridículos de mito", apelido dado por eles ao deputado. Gabriel afirma não ter realmente "admiração por nenhum político, infelizmente".

"Acho que o brasileiro deveria ser mais exigente com os políticos em vez de defendê-los e brigar entre si. Os políticos, quando precisam, se aliam aos rivais, trocam de siglas, fazem esquemas com antigos desafetos, mas um amigo não consegue sentar na mesa de um bar com o outro que pensa diferente. O cara já quer levantar bandeira e ser radical", diz.

Em um trecho da musica diz:

"Agora Chega! Até quando a gente vai ter que apanhar?
Porrada da esquerda e da direita
Derrubaram algumas peças, mas a mesa tá difícil de virar
Anota o meu depoimento e me prende aqui dentro
Que eu não quero ir pra Brasília dar um tiro no Michel
Aí, que maravilha! Mata mesmo esse vampiro
Mas um tiro é muito pouco..."
  
Em outro diz

"O Pensador é contra violência
Mas aqui a gente peca por excesso de paciência
Com o rouba, mas faz dos verdadeiros marginais
São chamados de Doutor e Vossa Excelência..."

O vídeo foi gravado em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Amazonas, Tocantins e Santa Catarina e foi dedicado à ocupação indígena do Parque das Tribos, em Manaus, e "aos povos indígenas de todo o país".
Assista, o clique  “Tô Feliz (Matei o Presidente) 2”, de Gabriel O Pensador.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif