Vereador denuncia caos na educação em Esplanada - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Vereador denuncia caos na educação em Esplanada

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 6 de setembro de 2017 - 0 Comentários


Após estudantes universitários serem deixados em praça pública por conta de uma paralisação dos motoristas, o vereador do município de Esplanada, Gilson Lima (PSL) tem usado as redes sociais para tornar público os problemas da educação na cidade. “Em toda a cidade as queixas são as mesmas em relação à educação. Além da greve dos professores por acordos não honrados em relação aos pagamentos, estamos sem transporte pelos mesmos motivos. E quando temos professores e transporte, faltam merendas nas escolas. A situação está caótica”, disse o vereador, ressaltando ainda os problemas de infraestrutura. “As condições de trabalho nas escolas, inclusive as de grande porte, são precárias. Não tem fardamento, merenda e material escolar. Os professores e diretores têm feito o impossível para manter a continuidade das aulas, mas sem ajuda da Prefeitura e da Secretaria de Educação do Município fico tudo muito difícil”, denunciou.

Atualmente, universitários esplanadenses que estudam na cidade de Alagoinhas estão impossibilitados de frequentar as aulas, já que os motoristas dos transportes paralisaram as atividades alegando falta de pagamento. Diariamente, o serviço regulamentado pela Lei 799/14, beneficiava cerca de 120 universitários, que podem cursar uma faculdade, sem os altos custos do deslocamento.

Preocupado com a situação, Gilson Lima ainda usou a tribuna, durante sessão na Câmara Municipal, para cobrar esclarecimentos do prefeito e do secretário de educação do município. “O secretário de educação, Idelvan de Araújo Reis, insiste em desrespeitar a população e nunca marcou uma data para esclarecer estes fatos. Precisamos saber se a prefeitura irá priorizar a educação da cidade ou se já desistiram do ano letivo”, criticou o vereador, colocando o mandato à disposição para continuidade do serviço. “Se não respeitarmos os estudantes, estaremos deixando de investir no nosso futuro. Por isso, reafirmo meu compromisso com a educação e com os esplanadenses”, finalizou.
Por Daniela Pereira


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS