Arrow

Acesse e curta nossa FAN PAGE no Facebook





Eventos



Anuncie aqui seu evento! Apoio cultural Itiruçu Notícias

Versículos Bíblicos


Colunas

O Seu Direito


Editorial

Salve, salve Itiruçu! 82 anos de Itiruçu de emancipação

Um embrião surgiu aos pés do morro imponente e grande por natureza, e banhado pelas aguas da lagoa Tiririca, foi assim que surgiu Itiru...


Notícias mais populares

O cantor Zezé Di Camargo disse que o Brasil "não teve Ditaura Militar"

Edição: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 12 de setembro de 2017 - 0 Comentários


O cantor Zezé Di Camargo se diz ser uma pessoa  inteiramente imperativo, determinado naquilo que se propõe a fazer e muito politizado, segundo suas próprias palavras em entrevista a Leda Nagle no seu canal no YouTube nesta segunda (11).
O músico também afirmou que já recebeu propostas para se candidatar, mas que não aceitou por não ter "vocação para exercer". "Já conversei com alguns políticos, eles ficam impressionados com meus conhecimentos políticos", se exalta. 
Sobre o período da ditadura militar  no Brasil ele disse: "Muito gente confunde militarismo com ditadura, todo mundo fala 'nós vivíamos numa ditadura'. Nós não vivíamos numa ditadura, nós vivíamos num militarismo vigiado. Ditadura é a Venezuela, Cuba com Fidel Castro, Hungria, Coreia do Norte, China. Esses são realmente ditadores. O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura daquelas que ou você está a favor ou você está morto", disse o músico.

A jornalista rebateu  o sertanejo de que, por 21 anos, a ditadura prendeu, torturou e matou muita gente.
Músico respondeu: "Mas não chegou a ser tão sangrenta, tão violenta, como a gente vive até hoje, no mundo de hoje. Não dá para acreditar que muita gente ainda acredita que uma ditadura vai dar certo. Mas eu acho, eu acredito, as pessoas vão me achar maluco, não quero isso jamais pro Brasil, mas eu imagino que o Brasil hoje precisaria passar por uma depuração. O Brasil até podia pensar no militarismo para reorganizar a coisa e entregar de novo."

A Ditadura militar no Brasil foi o regime instaurado em 1 de abril de 1964 e que durou até 15 de março de 1985, sob comando de sucessivos governos militares. De caráter autoritário e nacionalista, teve início com o golpe militar que derrubou o governo de João Goulart, o então presidente democraticamente eleito. Com isso, fechou associações civis, proibiu greves, interveio em sindicatos e  fechou o Congresso Nacional e cassou mandatos de políticos por dez anos,  reabrindo depois  o Congresso impondo o projeto de uma nova Constituição, sem a instalação de uma Assembleia Constituinte, sem debates, sem contraditórios.
 A ditadura atingiu o auge de sua popularidade na década de 1970, no mesmo momento em que o regime censurava todos os meios de comunicação do país e torturava e exilava dissidentes.
O período foi marcado por  uma campanha de emprisionamento, suspensão de liberdade de imprensa, de eleições e cassações e prisões por posicionamento político, tortura e morte institucionalizada nos porões da ditadura,
Tudo isto que aconteceu e o cantor Zezé Di Camargo  não considerou que o Brasil teve uma ditadura!


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Publicidade

 photo dra rita coacutepia_zpsxcdxnsbz.png

 photo gilmarblogif_zpsi4cfgiei.gif
COMPRE AQUI

Ou pelo WhatsApp:
(11) 98109 7241