“Se empréstimo não saiu na política, saiu na pressão”, diz Solla - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : Eleições em Itiruçu

Eleições  serão realizada neste domingo dia 07 de outubro.  Se a mesma empolgação dos eleitores para as eleições do próximo domingo...


MAIS LIDAS DO MÊS


“Se empréstimo não saiu na política, saiu na pressão”, diz Solla

Por: Itiruçu Notícias - quarta-feira, 23 de agosto de 2017 - 0 Comentários





A liberação por parte do Ministério da Fazenda de empréstimo internacional de R$ 600 milhões, captado pelo Governo do Estado, foi publicada no Diário Oficial no mesmo dia em que o ministro Henrique Meirelles poderia ser convocado para explicar o motivo da negativa em autorizar a operação financeira. Estava no primeiro ponto de pauta da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara (CFFC) desta quarta-feira (23) o requerimento apresentado por deputados do PT que pedia a convocação do ministro.
“Eu já tinha avisado (a Meirelles) se caso hoje o recurso não tivesse sido liberado, nós encaminharíamos a favor da convocação, já tratei com ele sobre esse assunto”, disse Cacá Leão, vice-líder do PP na Câmara. “Foi um processo muito desgastante para nós”, completou.
O deputado Jorge Solla, vice-líder do PT na Câmara, ressaltou que apenas a ameaça de convocação foi capaz de mudar a postura do governo. “Achamos importante trazer para a comissão porque esgotamos todos os canais de diálogo. É um assunto que ganhou a pauta de todos os veículos de comunicação. Infelizmente, se não resolve no diálogo, resolve na pressão. Meirelles temeu ter de vir e responder não só sobre o empréstimo, mas sobre as relações de seu enriquecimento e a JBS, que ele presidiu durante os últimos anos”, destacou o petista.
O empréstimo foi publicado no dia 17 de julho, mas necessitava de uma autorização do Ministério da Fazenda para que os recursos pudessem ser transferidos para o Governo do Estado via Banco do Brasil. Os recursos serão investidos em obras de infraestrutura viária, construção de aeroportos e barragens.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação