Prefeitura avalia danos causados pelas Lagoas de decantação - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Prefeitura avalia danos causados pelas Lagoas de decantação

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 9 de agosto de 2017 - 0 Comentários


Depois da reportagem do Itiruçu notícias a Prefeitura Municipal de Itiruçu através do  Diretor de Meio Ambiente, Otacílio Fraga Miranda entrou em contato com nossa redação para informar as providencia  a serem tomadas referente a situação das Lagoas de decantação conhecidos por “Pinições”. (Relembre o assunto clicando AQUI)
Segundo o Diretor estiveram nesta terça-feira (08), no local das  lagoas de decantação a secretaria de obras, representada pela Engenheira Chazy Lays Meneses Fontes e a Secretaria de Serviços Gerais  Djane Guedes além do Diretor de Meio Ambiente, Otacílio Fraga Miranda, avaliando o transbordo de esgotos domésticos para o córrego do Beija-flor para que providencias sejam tomadas para conter os danos causados ao meio ambiente local, uma da possíveis providencias a serem adotada é aumentar a capacidade de armazenamento das lagoas ampliando o tamanho da mesma, o que daria de imediato um alivio do transbordo da mesma, e em segundo plano articular com a Embasa - Empresa de Agua Saneamento, a possível execução da construção da estação de tratamento de esgotos que já se encontra projetada e que consiste na construção das estações de bombeamentos de esgoto próximo as lagoas de decantação para  a estação a ser construída. Segundo o diretor este projeto já teria sido elaborado no decorrer da administração de 2009 a 2012, mas infelizmente não foi do interesse dos últimos dois gestores solicitar junto  ao governo do Estado a execução da obra de suma importância para a sede do município que sofre com o mau cheiro dos "pinicões" e das muriçocas advindas dos focos lá existentes. 
Na época do levantamento topográfico do projeto os Ambientalistas Lourival Oliveira Neto e Otacílio Fraga foram procurados pelo corpo técnico de engenheiros para opina na localização da futura estação de tratamento, onde acertou-se  que a mesma seria construída nas imediações do antigo matadouro na saída para Lajedo do Tabocal.
Segundo o diretor de meio Ambiente hoje ciente da gravidade da situação a atual prefeita Lorena D Gregório e equipe esta a buscar a solução deste gravíssimo problema de saúde publica junto ao governo do estado e a EMBASA, pois este já se arrasta por quase dezesseis anos sem se buscar uma solução definitiva para o problema.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes