Força tarefa postos de combustíveis leva proprietário de posto à delegacia - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Garota que não falava, surpreende cantando em evento escolar

A adolescente nunca falou na escola depois de vários anos resolveu cantar.  Grande emoção no evento desta quinta-feira(22) no Centro...


Espaço publicitário


EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)

O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Força tarefa postos de combustíveis leva proprietário de posto à delegacia

Por: Itiruçu Notícias - sexta-feira, 4 de agosto de 2017 - 0 Comentários


Proprietário de posto de combustível de Salvador teve que ir para delegacia explicar porque seu posto estava lesando o consumidor de maneira acintosa. Para um tanque de 50 litros, o dono do veículo estava perdendo meio tanque no ato do abastecimento. O erro máximo permitido, de acordo com a legislação metrológica brasileira é de perda de até 100 ml a cada 20 litros. O posto estava praticando o dobro da perda (200 ml) para os clientes. O bico de bomba irregular foi interditado pelo Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (Ibametro), órgão delegado do Inmetro na Bahia. E o posto autuado.
“Levamos o proprietário e o gerente do posto para depor e vamos enquadrá-lo no artigo 7º do inciso 9º da Lei 8.137 de crime contra as relações de consumo. O artigo estabelece que é crime expor a venda ou manter em depósito produto impróprio para o consumo”, afirmou Idalina Otero, delegada titular da Delegacia de Defesa do Consumidor da Polícia Civil da Bahia.

O posto interditado é da bandeira Shell e fica na Vasco da Gama. “Não podemos informar o nome do posto porque ele tem direito a defesa junto ao Ibametro para explicar possíveis motivos da irregularidade. Mas interditamos imediatamente este bico de bomba, impossibilitando novas lesões ao consumidor e autuamos a empresa”, informa Randerson Leal, diretor-geral do Ibametro.
A Força-Tarefa Postos de combustíveis aconteceu ontem e hoje (dias 03 e 04/08), em Salvador, percorrendo postos de bairros diversos, incluindo as avenidas Paralela, Vasco da Gama e a Baixa de Quintas, entre outros. Um total de nove postos foram fiscalizados, sendo 81 bicos de bombas verificados quanto a aspectos como vazamento de combustível nas bombas, lesão ao consumidor no ato do abastecimento e manutenção geral das bombas. Quatro bicos foram interditados no ato da fiscalização.

Participaram ainda da Operação o Procon-BA, a ANP - Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, a Codecon e outros órgãos.  “Encontramos nas lojas de conveniência dos postos dezenas de produtos alimentícios com a validade vencida, e outros sem as informações obrigatórias ao consumidor como ingredientes na composição do produto, validade etc. As empresas foram enquadradas no artigo 31 do Código de Defesa do Consumidor e foram notificadas para responder pelas infrações”, destacou o diretor-geral da Codecon, Alexandre Lopes.
O objetivo da operação foi identificar possíveis irregularidades na comercialização de combustíveis causando prejuízos ao consumidor. “Essa fiscalização articulada com outras instituições é importantíssima para coibir os abusos contra os consumidores. Vamos continuar intensificando essas operações ao longo de todo o ano”, ressaltou o diretor-geral do Ibametro, Randerson Leal.

O gestor explica que a operação conjunta é rigorosa em virtude da abrangência de todos os aspectos observados por cada entidade envolvida na fiscalização. A ANP focaliza sua inspeção no quesito qualidade do combustível.
Em relação ao Ibametro, de acordo com a irregularidade encontrada, o posto de combustível pode ser notificado, autuado e/ou interditado, de acordo com a portaria de verificação de bombas medidoras de combustíveis líquido Inmetro nº 23/85.
crédito: Ascom - Ibametro


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação