Morre no Rio ex-lateral da seleção brasileira o baiano Perivaldo - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : Eleições em Itiruçu

Eleições  serão realizada neste domingo dia 07 de outubro.  Se a mesma empolgação dos eleitores para as eleições do próximo domingo...


MAIS LIDAS DO MÊS


Morre no Rio ex-lateral da seleção brasileira o baiano Perivaldo

Por: Itiruçu Notícias - quinta-feira, 27 de julho de 2017 - 0 Comentários


O ex-lateral direito do Botafogo e da seleção brasileira de futebol de 1982 Perivaldo Lúcio Dantas, de 64 anos. Também conhecido como Peri da Pituba, Perivaldo, que veio da Bahia e teve projeção nacional no Botafogo, no fim da década de 1970 e início dos anos 1980. Perivaldo morreu na madrugada desta quinta-feira (27), vítima de pneumonia, no Hospital Gaffrée e Guinle, na Tijuca, onde estava internado há uma semana.


Depois de uma carreira de sucesso e de ter ido para a Europa, o ex-atleta foi encontrado em 2013 perambulando pelas ruas de Lisboa, onde recolhia peças de roupa de dentro de latas de lixo e vivia como um sem-teto. Resgatado em Portugal, Perivaldo teve o retorno ao Brasil custeado pelo Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, onde passou a trabalhar desde que voltou ao país. Perivaldo participava de um projeto com atletas no sindicato e tinha salário e moradia custeados pela entidade. Ele começou a tossir muito, e o sindicato resolveu levá-lo para o hospital, que fica quase em frente. O ex-atleta foi internado, mas não resistiu à doença.
O sindicato ainda não definiu local do velório e enterro, porque está esperando a chegada de parentes de Perivaldo que moram na Bahia e devem chegar ao Rio amanhã (28) de manhã.

Revelado pelo Bahia, Perivaldo teve o melhor momento na carreira ao chegar à seleção brasileira. Jogou também pelo Palmeiras e pelo Bangu. Ele ganhou a vaga de lateral na seleção disputando com Leandro, do Flamengo, e Edevaldo, do Fluminense. No Botafogo, foi batedor oficial de pênaltis e ídolo da torcida, que, ao vê-lo jogar, entoava o seguinte "grito de guerra" no Maracanã: “Não tem Leandro, nem Edevaldo; o lateral da seleção é Perivaldo”.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação