Cão fuzileiro dos EUA que serviu no Afeganistão sofre eutanásia - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Assaltantes levam moto na zona Rural de Itiruçu

Uma moto Honda Bros, cor vermelha e placa NZU-2191 de Itiruçu, foi tomada de assalto por dois elementos armados na região do Assentamento...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Cão fuzileiro dos EUA que serviu no Afeganistão sofre eutanásia

Por: Itiruçu Notícias - sexta-feira, 28 de julho de 2017 - 0 Comentários


Um cão da raça  labrador preto com 10 anos que serviu em três missões no Afeganistão ao lado de fuzileiros navais, teve  sua ultima homenagem feita por combatentes, ex-colegas e civis dos Estados Unidos .  A despedida ocorreu devido pois o cão chamado "Cena" iria sofrer uma eutanásia em Michigan, já que o animal chegou a um estágio avançado de câncer nos ossos.
A cerimônia de despedida contou com a presença de integrantes da Liga de Combatentes da Marinha dos Estados Unidos, da Polícia do Estado de Michigan, do escritório de investigação do condado de Muskegon, da Polícia Municipal de Muskegon, do Departamento de Bombeiros de Muskegon e de várias outras autoridades.
Cena serviu como fuzileiro naval até a sua aposentadoria em 2014 e esteve no combate no Afeganistão em 2009 e 2010,
 A cerimônia antes de sua morte foi organizada pelo seu dono, Jeff Young, que foi acompanhado pelo cachorro durante seu período de combate no Afeganistão que  depois, o adotou oficialmente. Cena o ajudou após o período de guerra e depois virou um ajudante para o transtorno de estresse pós-traumático.
Young contou que os dois atravessaram um rio no Talibã enquanto escapavam de uma forte troca de tiros. Ele disse que Cena o ajudou a se aquecer durante algumas noites no deserto e foi sua companhia quando perdeu sete amigos e combatentes em três semanas.
"Qualquer cachorro que tenha servido fora do país merece exatamente o que fiz por Cena, ou até mais", defendeu Young.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores