Temer não renuncia e delação premiada tem o sigilo retirado - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Temer não renuncia e delação premiada tem o sigilo retirado

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 18 de maio de 2017 - 0 Comentários


Em pronunciamento na tarde desta quinta-feira, o presidente Michel Temer rejeitado por 92% dos brasileiros, antes de ser flagrado cometendo crimes em série, Michel Temer nega a renúncia, e contradiz os fatos  afirmando  que não "comprou o silêncio de ninguém".
Sob forte pressão após reportagem informar que, em delação, o executivo da JBS Joesley Batista afirmou ter gravado o presidente autorizando a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha, Temer também será investigado pelo Supremo Tribunal Federal, já que ele avalizou a compra do silêncio de Eduardo Cunha, a venda de cargos públicos em troca de propina e o vazamento da taxa de juros do Banco Central, segundo denuncias.

Segundo as informações é que Investigado pela PGR, Temer não renuncia para tentar manter o foro privilegiado que impede até de ser preso.
O presidente se exaltou e pediu o conteúdo das gravações ao Supremo e agregou que, com as investigações, "demonstrarei não ter nenhum envolvimento com esses fatos".

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte, retirou o sigilo da delação premiada do empresário Joesley Batista, da JBS, nas próximas horas, deve ser divulgado o áudio em que Temer discute com Joesley Batista, da JBS, a compra do silêncio de Cunha. Os despachos do ministro já foram encaminhados à Secretaria Judiciária do STF.
Pela primeira vez, o Brasil tem um "presidente",  que, foi pego cometendo diversos crimes em flagrante.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum