OAB da Bahia aprova pedido de impeachment de Temer - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


OAB da Bahia aprova pedido de impeachment de Temer

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 20 de maio de 2017 - 0 Comentários


A Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Bahia, convocou reunião extraordinária do conselho seccional, nesta sexta-feira (19), para se pronunciar sobre o pedido de impeachment do presidente Michel Temer (PMDB). Os membros do conselho aprovou por unanimidade a recomendação do pedido de impeachment do presidente .
De acordo com o relator, o presidente deve ser processado por improbidade administrativa e obstrução da justiça. O embasamento são as gravações entregues na delação dos irmãos Joesley e Wesley Batista, donos do grupo JBS, que apontam um comportamento comprometedor do chefe do Executivo nacional.
Em sua conta no Facebook, o presidente da seccional baiana, Luiz Viana Queiroz, definiu a situação do país. “É preciso serenidade e firmeza!
Precisamos que nossas instituições exerçam suas funções para cobrar responsabilidade jurídica e também responsabilidade política.”, escreveu.
Viana ainda apontou a necessidade do impeachment de Temer, caso as denúncias sejam confirmadas. “Os delatados e os delatores merecem ser investigados e processados segundo as garantias constitucionais: devido processo legal com ampla defesa, contraditório e presunção de inocência. E aos acusados devem ser aplicadas as sanções legais se condenados.
Por outro lado, é preciso, imediatamente, imputar aos que atacaram a República suas responsabilidades políticas e a consequente perda de legitimidade para conduzir o país.
Confirmadas as notícias, o presidente da República terá perdido legitimidade para continuar no cargo”.
Com a aprovação da seccional baiana, a OAB fará reunião neste sábado (20), em Brasília, que irá decidir a posição da OAB pelo sim ou não ao impeachment do presidente.
O voto da Bahia deve se juntar aos dos outros estados amanhã, às 15 horas, na reunião do Conselho Federal da Ordem, em Brasília. Desse encontro sairá o posicionamento final da OAB.
Agora, os conselheiros discutem as possibilidades de eleições indiretas e diretas.
foto/divulgação


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum