Lava Jato quer impedir que defesa grave depoimento de Lula - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Lava Jato quer impedir que defesa grave depoimento de Lula

Por: Redação Itiruçu Notícias - sexta-feira, 5 de maio de 2017 - 0 Comentários


Procuradores querem impedir Lula de gravar depoimento, alegando que o mesmo pode “vazar”, e que isso prejudicaria  o ex-presidente Luis Inacio da Silva !Lula".
A informações vem do site Lula, veja abaixo:

Os procuradores da Operação Lava Jato querem impedir que os advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva grave seu depoimento diante do juiz Sérgio Moro, em Curitiba, a ser realizado no próximo dia 10.

Em manifestação assinada por Deltan Dallagnol e mais 12 membros do Ministério Público Federal no Paraná (MPF-PR), ó órgão argumenta que uma eventual gravação feita pelos advogados de Lula poderia acabar por vazar para a imprensa e revelar detalhes indevidos do processo, inclusive falas entre o depoente e seus advogados, vindo a prejudica-lo.
É isso mesmo. Dallagnol e seus colegas querem proibir que Lula e seus defensores gravem seu depoimento e afirmam que, com isso, estão querendo proteger os direitos do próprio Lula. Veja trecho da manifestação do MPF-PR:
"A providência (gravação) poderia vir a revelar, de modo indesejável, conversas sigilosas mantidas entre advogados ou entre advogados e seus clientes, o que pode acabar por publicizar indevidamente estratégias adotadas no ato."
Assim, após dezenas de vazamentos indevidos ocorridos no âmbito da Lava Jato, via de regra para veículos de imprensa conservadores, que utilizam os objetos de vazamento de maneira a prejudicar ainda mais os acusados da Lava Jato, agora, quando Lula ficará frente a frente com Sérgio Moro, Dallagnol e seus colegas mostram o zelo que possuem pela manutenção de informações processuais sigilosas, independentemente do fato de ser o depoimento de Lula público e aberto a todos os interessados.
O juiz Sérgio Moro deverá decidir sobre o caso nos próximos dias.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores