Exercícios físicos durante a gravidez trazem diversos benefícios - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Exercícios físicos durante a gravidez trazem diversos benefícios

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 17 de maio de 2017 - 0 Comentários


Que atividade física faz bem ao corpo e a mente em qualquer fase da vida isso todo mundo sabe. Mas, durante a gravidez não faltam conselhos de avós, tias e amigos para que as futuras mamães peguem leve. Nesse momento o melhor conselho é consultar o obstetra e se estiver tudo certo com a gravidez buscar o acompanhamento de um profissional de educação física, é ele que vai avaliar de maneira individualizada o tipo de exercício mais adequado para a grávida, é o que explica o educador físico Mateus Riccio, coordenador técnico da Hammer Fitness Club, unidade Pará.

De acordo com Riccio, entre os principais benefícios da atividade física durante a gravidez estão melhora da capacidade cardiorrespiratória e da força muscular, diminuição e controle dos níveis de açúcar e pressão. Além disso, estudos feitos na Universidade Federal de Pelotas, no Rio Grande do Sul, em 2014, com 4 mil mães, revelaram que a proporção de partos antes do programado foi menor entre as que se exercitaram durante toda a gestação e, principalmente, no terceiro trimestre, justamente o período em que as grávidas costumam reduzir o ritmo.

O tipo de exercício a ser praticado varia de mãe para mãe e leva em consideração fatores como condições físicas e de saúde e a afinidade de cada uma delas. Desta forma, podem ser praticados desde musculação, hidroginástica, dança, ginástica, entre outros. “Entre os cuidados, além da avaliação médica com o obstetra, é importante estar sempre atento às atividades de impacto”, ressalta Riccio.

Grávida de sete meses da sua primeira filha, a pedagoga Kellyn Borges, 30 anos, voltou a praticar atividade física há dois meses. Ela conta que o retorno a academia foi motivado pela busca de um melhor condicionamento físico e pelo controle do peso e da glicemia. “No início da gravidez é comum que tenhamos descontroles nas taxas de açúcar e no ganho de peso, por isso a minha obstetra recomendou que eu fizesse exercícios físicos. No meu caso, por afinidade, optei pelo pilates e pretendo iniciar em breve a pratica regular de exercícios de musculação”, conta. Entre os resultados já observados a pedagoga cita a redução das câimbras e maior mobilidade física. “Trabalho com crianças e hoje percebo que mesmo grávida, tenho mais disposição para lidar com as crianças que até mesmo antes de engravidar”, relata.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum