Entroncamento: Moradores bloquearam BR após vitima fatal - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Entroncamento: Moradores bloquearam BR após vitima fatal

Por: Ed Santos - segunda-feira, 1 de maio de 2017 - 0 Comentários

Moradores do Entroncamento de Jaguaquara bloquearam por cerca de seis horas a BR 116, após mais uma morte por atropelamento por volta das 6h45min da manhã desta segunda (1/5/17). A vítima fatal foi identificada como Liliane Coelho dos Santos de 28 anos de idade.
Ela foi atropelada por uma carreta de dados não divulgado, quando tentava atravessar a pista de rolamento após retornar do trabalho onde atua em uma churrascaria num posto de combustível na saída para Jequié. A mesma era residente no Bairro Cidade Nova 2 no Entroncamento de Jaguaquara e segundo informações deixa esposo e dois filhos. O local do ocorrido foi entre o acesso a Comunidade da Terrabrás e o cruzamento que dá acesso Jaguaquara-BR116-BA 250 no setor norte, e  já foi ponto onde outras mortes e ferimentos por atropelamento.
O corpo da jovem só foi removido ao IML de Jequié por volta das 10, após a chegada da pericia técnica. A Polícia Militar de Entroncamento de a Polícia Rodoviária Federal mantiveram sentinela no local para organizar o transito.
Segundo relatos no local da tragédia, populares revoltados com a Via Bahia concessionária que administra a rodovia, que queria liberar o transito mesmo com o corpo as margens da estrada, tocaram fogo em pneus e pedaços de madeira interrompendo o trafego de veículos até por volta das 12h45min. Pedaços da pista também foram arrancados pelos manifestantes. Eles reivindicaram junto a Via Bahia, que coloque uma sinalização no trecho, pois após a construção do Bairro Cidade Nova 2, pelo Programa Minha Casa Minha Vida, moradores tem que se arriscar para atravessar de um ponto para outro. Em especial, crianças que precisam ir à escola que fica do outro lado da pista.


O caminhoneiro, segundo testemunhas, ainda tentou desviar mais não obteve êxito. Ele e a carreta foram retidos no posto da PRF em Jequié para procedimentos cabíveis e a carreta continua detida para pericia.

O fato gerou forte comoção nos moradores locais que lamentam mais esta perda precoce. 



Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS