Entroncamento: Moradores bloquearam BR após vitima fatal - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Entroncamento: Moradores bloquearam BR após vitima fatal

Por: Ed Santos - segunda-feira, 1 de maio de 2017 - 0 Comentários

Moradores do Entroncamento de Jaguaquara bloquearam por cerca de seis horas a BR 116, após mais uma morte por atropelamento por volta das 6h45min da manhã desta segunda (1/5/17). A vítima fatal foi identificada como Liliane Coelho dos Santos de 28 anos de idade.
Ela foi atropelada por uma carreta de dados não divulgado, quando tentava atravessar a pista de rolamento após retornar do trabalho onde atua em uma churrascaria num posto de combustível na saída para Jequié. A mesma era residente no Bairro Cidade Nova 2 no Entroncamento de Jaguaquara e segundo informações deixa esposo e dois filhos. O local do ocorrido foi entre o acesso a Comunidade da Terrabrás e o cruzamento que dá acesso Jaguaquara-BR116-BA 250 no setor norte, e  já foi ponto onde outras mortes e ferimentos por atropelamento.
O corpo da jovem só foi removido ao IML de Jequié por volta das 10, após a chegada da pericia técnica. A Polícia Militar de Entroncamento de a Polícia Rodoviária Federal mantiveram sentinela no local para organizar o transito.
Segundo relatos no local da tragédia, populares revoltados com a Via Bahia concessionária que administra a rodovia, que queria liberar o transito mesmo com o corpo as margens da estrada, tocaram fogo em pneus e pedaços de madeira interrompendo o trafego de veículos até por volta das 12h45min. Pedaços da pista também foram arrancados pelos manifestantes. Eles reivindicaram junto a Via Bahia, que coloque uma sinalização no trecho, pois após a construção do Bairro Cidade Nova 2, pelo Programa Minha Casa Minha Vida, moradores tem que se arriscar para atravessar de um ponto para outro. Em especial, crianças que precisam ir à escola que fica do outro lado da pista.


O caminhoneiro, segundo testemunhas, ainda tentou desviar mais não obteve êxito. Ele e a carreta foram retidos no posto da PRF em Jequié para procedimentos cabíveis e a carreta continua detida para pericia.

O fato gerou forte comoção nos moradores locais que lamentam mais esta perda precoce. 



Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores