Acordão começa a ser articulado para sucessão de Temer, diz jornal - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Acordão começa a ser articulado para sucessão de Temer, diz jornal

Por: Redação Itiruçu Notícias - domingo, 28 de maio de 2017 - 0 Comentários


Especulações em Brasília indicam uma  provável queda do presidente Michel Temer e a instituição de um novo governo. De acordo com o jornalista Alberto Bombig, do Estadão, há tratativas para costurar um acordão visando não só uma nova eleição presidencial, mas também a alteração da Constituição para garantir foro privilegiado a ex-presidentes da República, o que beneficiaria diretamente Lula, Sarney, Collor, Dilma e, eventualmente, Michel Temer, todos alvo de investigações".
Segundo a apuração de Bombig, o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), não teria condições de assumir, sendo necessário "alguém com coragem suficiente para enfrentar a opinião pública e frear os procuradores e o juiz federal Sérgio Moro", que, segundo ele, giram em torno de Nelson Jobim e Gilmar Mendes.
"O novo presidente, oriundo do acordão, ainda convocaria uma nova Constituinte e se aprovaria uma reforma mínima da Previdência, para acalmar os mercados e o setor produtivo. A Constituinte instituiria eleições e mandatos a promotores e procuradores, a exemplo do que ocorre nos Estados Unidos", escreveu Bombig.
O jornalista Gerson Camarotti, em seu blog no site do G1, também afirma que "partidos aliados iniciaram uma articulação para formar uma espécie de coalizão para suceder o governo Michel Temer".
Segundo ele, um cacique do PSDB teria dito que o mais difícil no momento é "fazer com que Temer caia na real", uma vez que estaria em curso uma debandada generalizada da base aliada do governo.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS