Itiruçu: Manifestação e greve contra a Reforma da Previdência - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Itiruçu: Manifestação e greve contra a Reforma da Previdência

Por: Ed Santos - quarta-feira, 15 de março de 2017 - 0 Comentários


Em Itiruçu servidores da Educação, da Saúde, pessoas da comunidade e autoridades políticas e trabalhadores num geral participaram de uma passeata contra a reforma da previdência. O evento começou na Praça Gilberto Scaldaferri, e percorreu várias ruas e o centro da cidade. Os manifestantes entoavam consignas de “Fora Temer” e Não a Reforma da Previdência”.  Eles ainda transmitiam informações sobre  o por que que a reforma não poderia atacar o trabalhador e sim aos sonegadores da previdência. Também portavam cartazes e apitos e um veículo sonoro para chamarem atenção da pessoas. A senhora Janete, presidenta da APLB-Sindicato Polo de Itiruçu discursou juntamente com demais professores e membros dos Agentes Comunitários e de Endemias sobre as perdas que sofrerão os trabalhadores com a reforma. Os manifestantes também advertiam que os parlamentares que votarem pela reforma sofrerão retaliação eleitoral nas eleições de 2018. As escolas da rede municipal e estadual aderiram à greve nacional da educação que durará 10 dias. Entre as autoridades políticas estavam o vereador João Mota (Nino PCdoB), Paulo Ézio (Paulinho PSB) e o vice prefeito da cidade, Junior Petrúqui (PSD). Além de Itiruçu, em todos os municípios da região houve adesão a greve por parte da educação e protestos também deverão acontecer.
A Reforma da Previdência é a PEC 287 que está na Câmara Federal, de autoria do Governo de Michel Temer (PMDB) e prevê regras iguais para homens e mulheres, tanto para o serviço público quanto para o privado, idade mínima de 65 anos para aposentadoria e exigência de 25 anos de contribuição, tempo que pode chegar a 49 anos para acesso ao benefício integral.


Segundo o secretário de Previdência, Marcelo Caetano, a única categoria que não será afetada pela PEC será o Exército. A reforma também iguala a  idade e exige 25 anos de contribuição para o trabalhador, que no caso de homem e mulher terão que trabalhar pagar 25 ao INSS e só se aposentará com 65 anos.


Diante da reação popular, muitos deputados e senadores da base do Governo Temer, temendo não se elegerem estão “pulando do barco”, e a Reforma que ameaça deformar os direitos conquistados, poderá ser reajustada para uma forma mais suave ou até mesmo ser inviabilizada.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes