Iniciada a distribuição de testes rápidos de Zika vírus na Bahia - Itiruçu Notícias | Você conectado à informação!
Arrow

Acesse e curta nossa FAN PAGE no Facebook



Colunas

O Seu Direito


EDITORIAL

A ideologia partidária deixada de lado

A ideologia partidária está se acabando a cada dia neste país, não tem como definir que é esquerda ou quem é Direita. Na política passa...


Versículos Bíblicos  



As Mais Clicadas da Semana

Iniciada a distribuição de testes rápidos de Zika vírus na Bahia

Edição: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 16 de março de 2017 - 0 Comentários


Hoje (16) tem início a distribuição de 307 mil testes rápidos para o diagnóstico de infecção por Zika Vírus na Bahia. Este é o primeiro lote enviado pelo Ministério da Saúde para o Estado e corresponde a mais de 50% do total previsto para o ano de 2017.
A expectativa é que, em até 15 dias, o lote esteja disponível, prioritariamente, nas maternidades e laboratórios públicos de todas as regiões da Bahia.
A tecnologia do teste rápido indica, em até 20 minutos, se o paciente está infectado ou se já teve contato com o vírus da Zika em algum momento da vida. “Com o dispositivo, é possível identificar infecção recente em populações de risco, como gestantes e recém-nascidos, para prover assistência e orientações adequadas, por meio do acompanhamento de toda a gravidez e do desenvolvimento neuropsicomotor da criança”, afirma o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas.
Uma webconferência para orientar os gestores municipais e técnicos sobre a utilização do teste ocorrerá nesta quinta-feira (16), às 14h30, no endereço eletrônico https://goo.gl/Y8CFB4.
De acordo com dados da vigilância epidemiológica, em 2016 foram notificados mais de 57 mil casos de Zika na Bahia. Apenas até 21 de fevereiro deste ano, já foram registradas 469 notificações.

O dispositivo distribuído pelo ministério foi desenvolvido e produzido pela Bahiafarma, laboratório público do Estado da Bahia, o primeiro do País a obter registro, na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para um teste sorológico rápido de identificação da Zika.
Até então, o diagnóstico da infecção pelo Zika vírus vinha sendo feito apenas por meio da detecção da presença do vírus em si, pela técnica laboratorial de PCR. Além de demorada (o procedimento pode durar semanas), a técnica é mais cara (custa de dez a quinze vezes mais que o teste rápido) e só é capaz de detectar casos hiperagudos (quando ainda há presença do vírus na circulação sanguínea), limitando o diagnóstico adequado dos pacientes.
Segundo o diretor-presidente da Bahiafarma, Ronaldo Dias, “o teste rápido permite a detecção de anticorpos contra o vírus da Zika em qualquer fase da doença, o que, além de confirmar o diagnóstico em até 20 minutos, colabora para o mapeamento epidemiológico de ocorrências, facilitando ações de combate”.
O Ministério da Saúde adquiriu 3,5 milhões de unidades do teste, que estão sendo distribuídas para a rede pública de todo o Brasil, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Publicidade

 photo dra rita coacutepia_zpsxcdxnsbz.png

 photo gilmarblogif_zpsi4cfgiei.gif

COMPRE AQUI


Ou pelo WhatsApp:
(11) 98109 7241