ADAB garante qualidade da carne comercializada na Bahia - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


ADAB garante qualidade da carne comercializada na Bahia

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 21 de março de 2017 - 0 Comentários





Mesmo não tendo sido apontadas quaisquer irregularidades em estabelecimentos voltados à comercialização de produtos de origem animal no Estado da Bahia, em operação realizada pela polícia federal na última sexta-feira (17/03), a Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia – ADAB, vinculada à Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (SEAGRI), agência responsável pela fiscalização e inspeção de produtos de origem animal e seus derivados no âmbito estadual, vem a público reafirmar a qualidade da carne comercializada em nosso Estado, garantindo aos consumidores baianos a total confiança nos produtos colocados à sua disposição para consumo.
 

Ressaltamos que o Serviço de Inspeção Estadual (SIE), referência nacional, servindo inclusive de modelo para outros estados, atende integralmente aos padrões de exigência mais rigorosos para a oferta de alimentos seguros, o que confere total credibilidade às atividades de inspeção desenvolvidas pela ADAB. Atualmente, o parque industrial registrado no SIE é composto por 238 indústrias, sendo 38 matadouros frigoríficos (bovinos, suínos, caprinos, ovinos e aves), 141 laticínios, 23 de produtos cárneos, 11 de pescado, 13 de ovos e 12 de mel. O serviço realiza o acompanhamento destas indústrias desde a etapa de avaliação do local de implantação, análise do projeto, aprovação final, até o registro com a liberação para o seu funcionamento.
Após o registro, o corpo técnico composto por fiscais estaduais agropecuários atua junto aos estabelecimentos fiscalizados, se responsabilizando pela inspeção realizada antes e depois do abate dos animais, bem como o recebimento, manipulação, fracionamento, transformação, conservação, embalagem e armazenamento dos produtos.

O parque industrial da Bahia apresentou uma evolução significativa no número de plantas frigoríficas de abate de bovinos e outras espécies registradas no Serviço de Inspeção Estadual – SIE, um crescimento de 93%, passando de 14 para 27 matadouros frigoríficos no período de 2007 a 2017. Com relação ao abate de aves, neste mesmo período, também observa-se uma evolução considerável, de 3 para 11 matadouros avícolas, um aumento de 267%. Em 2016 foram fiscalizadas aproximadamente 320.979 mil toneladas de produtos pelo Serviço de Inspeção do Estado, com a verificação dos requisitos higiênico-sanitários e as boas práticas de fabricação, fundamentando as ações preventivas e corretivas a serem realizadas pelas empresas sob supervisão da ADAB.
Os desafios para a manutenção da qualidade dos produtos de origem animal, diante da sua natural perecibilidade e complexidade das cadeias produtivas, é grande, daí a permanente vigilância das questões sanitárias por parte da ADAB, com atuação sistemática das ações fiscalizatórias fundamentadas no integral cumprimento da legislação vigente.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores