China deve aumentar arsenal nuclear para confrontar Trump - Itiruçu Notícias
Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha


EDITORIAL

Lembranças de Tom Scaldaferri: "Parece que foi ontem"


Da última vez que estive em Itiruçu, fiz questão de beber uma gelada no BAR SÃO JORGE!
Cortei uma prosa com meu grande amigo Valdo, e tive o prazer de relembrar aqueles velhos tempos nos anos 70 e 80!
Agora, fui além nas minhas lembranças quando revivi também os tempos de Seu Lior (pai de Marina e Gildenor), de Afonso e do meu tio Raimundo Scaldaferri! CONTINUE LENDO


COLUNISTAS




Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


China deve aumentar arsenal nuclear para confrontar Trump

Por: Itiruçu Notícias - - quinta-feira, 8 de dezembro de 2016 - 0 Comentários


A China deve “aumentar significativamente" os seus gastos militares e construir mais armas nucleares, preparando-se para o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu hoje (8)  o Global Times, jornal próximo do Partido Comunista Chinês (PCC). As informações são da Agência  Lusa.
Em editorial, o Global Times, jornal em inglês do grupo do Diário do Povo, o órgão central do PCC, defende "um aumento significativo das despesas militares da China, em 2017". Segundo o texto, o país asiático deve "construir mais armas nucleares estratégicas e acelerar a instalação dos mísseis balísticos intercontinentais DF-41" para proteger os seus interesses, caso Trump aja de "forma inaceitável" para com o país.

Trump atacou frequentemente a China durante a sua campanha presidencial, designando o país como o "inimigo" que faz dos EUA "palermas". Mas ele indicou também que não deseja projetar o poder dos EUA além-fronteiras, afirmando que a América está cansada de pagar para defender  aliados como o Japão e a Coreia do Sul. Trump chegou mesmo a sugerir que esses países construam as suas próprias armas nucleares.
O editorial do Global Times surge na sequência de um 'post' de Trump na rede social Twitter, em que ele critica as políticas externa e comercial da China, e depois da conversa por telefone do presidente eleito com a líder de Taiwan, Tsai Ing-wen.

"A China tem de estar preparada para o pior", escreveu em editorial o China Daily, na edição de hoje. "O que aconteceu nas últimas semanas sugere que as relações entre a China e os EUA atravessam um período de incerteza nunca visto antes, mostrando que Trump pode não só ladrar como morder também", afirmou o periódico.
Fonte Agencia Brasil


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif