China deve aumentar arsenal nuclear para confrontar Trump - Itiruçu Notícias | Você conectado à informação!
Arrow

Acesse e curta nossa FAN PAGE no Facebook



Conheça seus Direitos

O Seu Direito


Êta, Lê, Lê

Êta, Lê, Lê


EDITORIAL

"O Quinto dos Infernos" sustenta a corrupção no Brasil

Durante o Século 18, o Brasil-Colônia pagava um alto tributo para seu colonizador, Portugal. Esse tributo incidia sobre tudo o que fo...


Versículos Bíblicos  



As Mais Clicadas da Semana

China deve aumentar arsenal nuclear para confrontar Trump

Postado por Neto Oliveira - quinta-feira, 8 de dezembro de 2016 - 0 Comentários


A China deve “aumentar significativamente" os seus gastos militares e construir mais armas nucleares, preparando-se para o presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu hoje (8)  o Global Times, jornal próximo do Partido Comunista Chinês (PCC). As informações são da Agência  Lusa.
Em editorial, o Global Times, jornal em inglês do grupo do Diário do Povo, o órgão central do PCC, defende "um aumento significativo das despesas militares da China, em 2017". Segundo o texto, o país asiático deve "construir mais armas nucleares estratégicas e acelerar a instalação dos mísseis balísticos intercontinentais DF-41" para proteger os seus interesses, caso Trump aja de "forma inaceitável" para com o país.

Trump atacou frequentemente a China durante a sua campanha presidencial, designando o país como o "inimigo" que faz dos EUA "palermas". Mas ele indicou também que não deseja projetar o poder dos EUA além-fronteiras, afirmando que a América está cansada de pagar para defender  aliados como o Japão e a Coreia do Sul. Trump chegou mesmo a sugerir que esses países construam as suas próprias armas nucleares.
O editorial do Global Times surge na sequência de um 'post' de Trump na rede social Twitter, em que ele critica as políticas externa e comercial da China, e depois da conversa por telefone do presidente eleito com a líder de Taiwan, Tsai Ing-wen.

"A China tem de estar preparada para o pior", escreveu em editorial o China Daily, na edição de hoje. "O que aconteceu nas últimas semanas sugere que as relações entre a China e os EUA atravessam um período de incerteza nunca visto antes, mostrando que Trump pode não só ladrar como morder também", afirmou o periódico.
Fonte Agencia Brasil


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Publicidade

 photo dra rita coacutepia_zpsxcdxnsbz.png

 photo gilmarblogif_zpsi4cfgiei.gif

COMPRE AQUI


Ou pelo WhatsApp:
(11) 98109 7241