TVE Bahia e TV Brasil transmitem Paralimpíadas ! - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


TVE Bahia e TV Brasil transmitem Paralimpíadas !

Por: Itiruçu Notícias - segunda-feira, 5 de setembro de 2016 - 0 Comentários


Entre os dias 7 e 18 de setembro, a TVE / TV Brasil  transmitirão os Jogos Paralímpicos 2016. As emissoras públicas parceiras vão exibir as cerimônias de abertura e encerramento e as principais competições, com destaque para a participação dos atletas brasileiros em esportes coletivos e individuais. Com o slogan "O Canal das Paralimpíadas", a TV Brasil faz uma ampla cobertura do evento com cerca de 10 horas de transmissões diárias em sua programação. E nesta quarta, 07.09, ao vivo,  às 17h45, direto do Maracanã, mostra as emoções da cerimônia de abertura com apresentação dos jornalistas Daniela Christoffer, Luciana Barreto e William Douglas, além dos comentários do coreógrafo Hélio Bejani, diretor artístico do ballet do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Enquanto a TV Brasil prepara-se para mostrar os grandes momentos das Paralimpíadas como único canal aberto a transmitir competições, os demais veículos da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) estarão com suas equipes na rua para a cobertura jornalísticas dos eventos. Detalhes da cobertura estarão nas redes sociais, nos perfis @tvbrasil e @ebcnarede do Twitter e Facebook e poderão ser acompanhados pela hashtag #VemPraPara.

Capital mundial do esporte em 2016, o Rio de Janeiro recebe mais de 4.350 atletas de 176 países para competir em 23 modalidades nos Jogos Paralímpicos. Sob o tema “Todos têm Coração”, a apresentação vai reunir um elenco com dois mil voluntários e 500 profissionais entre coreógrafos e artistas, distribuídos em dois palcos no gramado do Maracanã, onde ainda desfilarão milhares de paratletas. O comando do show ficará por conta da atriz e apresentadora Fernanda Lima e do escritor Marcelo Rubens Paiva, além do mascote Paralímpico Tom.
A porta-bandeira da delegação brasileira durante a solenidade será a atleta goiana Shirlene Coelho. Ela foi ouro nos Jogos de Londres 2012 e prata em Pequim 2008, no lançamento de dardo, na categoria F37 (atletas com paralisia cerebral). Na Rio 2016, Shirlene, que tem paralisia cerebral desde a gestação, disputará mais duas provas, além do lançamento de dardo: o arremesso de peso e o lançamento de disco.

Com regras e categorias específicas para cada tipo de deficiência, as Paralimpíadas distribuem mais medalhas do que as próprias Olimpíadas: serão exatas 528 provas que valem 265 medalhas masculinas, 225 femininas e 38 mistas, em disputa nas 20 arenas durante os onze dias de competição.

O Comitê Paralímpico espera que os brasileiros conquistem a quinta posição geral no quadro de medalhas. Nesta edição, o país terá a maior delegação da história do evento com 287 atletas. Entre os competidores com grandes chances de subir no pódio estão Daniel Dias, Andre Brasil, Phelipe Rodrigues, da natação; Terezinha Guilhermina, Shirlene Coelho, Silvânia Costa, Yohansson do Nascimento, Alan Fonteles e Odair Santos, pelo atletismo; Maciel Santos, na bocha, no futebol de 5 e goalball masculino.

Nos Jogos de Londres, em 2012, a delegação nacional alcançou a sétima colocação, com 21 ouros e 43 medalhas no total. Para melhorar o rendimento este ano, será preciso ganhar ao menos mais dez provas. Para a Rio 2016, o Comitê Paralímpico aponta alguns destaques das competições: Bruna Alexandre, tênis de mesa; Ítalo Gomes e Matheus Rheine, natação; Verônica Hipólito, Alex Pires, Daniel Martins, Lorena Spoladore, Petrucio Ferreira e Mateus Evangelista, no atletismo; Luiz Carlos Cardoso, canoagem; e as equipes de Futebol de 7 e vôlei sentado masculino.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes