Portuguesa de Desportos chega ao fundo do poço - Itiruçu Notícias
Arrow
AO Vivo formatura do Proerd em Itiruçu - Imagens Wilson Novaes


Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Portuguesa de Desportos chega ao fundo do poço

Por: Itiruçu Notícias - segunda-feira, 26 de setembro de 2016 - 0 Comentários





A Portuguesa chegou ao fundo do poço do futebol brasileiro. A tradicional equipe paulista foi derrotada neste domingo pelo Tombense, em Tombos (MG), por 2 a 0, e acabou rebaixada à Série D, última divisão nacional. A Lusa ficou com 14 pontos, dois a menos do que o Macaé. O time mineiro acabou em quinto, fora da fase de mata-mata, com 29 pontos, um atrás do Juventude.

Foi o terceiro rebaixamento nacional da Portuguesa em quatro anos: em 2013, caiu da A para a B, em 2014 da B para a C e agora, em 2016, da C para a D. Nesse período, o clube também caiu no Paulistão, da Série A-1 para a A-2. Elite é uma memória quase apagada no Canindé. Afundada em dívidas que não consegue sanar, com seu estádio prestes a ser leiloado e, agora, na última divisão nacional, a Lusa vê seu próprio futuro em xeque. O gol de Alex, aos 28 minutos do primeiro tempo, iniciou o sofrimento. Bileu, no segundo, ampliou e selou a vitória mineira.

A diretoria agora terá o restante da temporada para planejar um renascimento da Portuguesa em 2017 e evitar que a equipe inicie 2018 fora de qualquer divisão nacional – o que só será possível se o time conquistar o acesso na Série D. Se já não fosse preocupação suficiente, os cartolas ainda terão que dividir atenção com o leilão do Canindé, em novembro, que pode ter efeito tão ou mais devastador do que o rebaixamento concretizado em Tombos. A sede da Portuguesa, onde está o estádio, é o principal patrimônio do clube. A área que teve sua venda determinada pela Justiça foi avaliada em R$ 154 milhões, valor ainda insuficiente para zerar as dívidas que ultrapassam R$ 200 milhões. Aos 96 anos, a Lusa lutará por sua sobrevivência nos próximos meses. Os últimos passos, porém, foram na direção do abismo. (G1)


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes