Camila Pitanga relembra tragédia: “Vi o último olhar ...” - Itiruçu Notícias
Arrow
AO Vivo formatura do Proerd em Itiruçu - Imagens Wilson Novaes


Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Camila Pitanga relembra tragédia: “Vi o último olhar ...”

Por: Itiruçu Notícias - segunda-feira, 19 de setembro de 2016 - 0 Comentários


Camila Pitanga quebrou o silêncio e se pronunciou a respeito da morte de Domingos Montagner, neste domingo (18), no “Fantástico”, da TV Globo. Muito emocionada, a atriz relembrou a tragédia que tirou a vida do artista, que se afogou no Rio São Francisco, na última quinta-feira (15).
A protagonista de “Velho Chico” disse que os dois decidiram mergulhar em um lugar que, aparentemente, estava tranquilo. “Notei que tinha uma pedra com uma marolinha batendo. A gente estava nadando a favor de uma correnteza muito perene, que a gente não percebeu."

A artista, no entanto, notou pedras ao redor e ficou com medo de se machucar. Neste momento, ela tentou nadar de volta, mas foi interrompida pela força da água.
“Eu disse ‘vamos voltar’ e fomos nadando. O Domingos estava na frente e eu estava mais perto da faixa de areia. A gente nadava, nadava, mas ficava. [...] Quando eu percebi que não conseguia vencer a correnteza, que era muito suave, eu me desesperei e comecei a respirar errado”, relatou.

Neste momento, a famosa percebeu que Montagner não estava conseguindo sair do lugar e tentou ajudá-lo.
“Ele não nadava e estava assustado. Não sou heroína, nem nada disso. Saí e fui tentar ajudar meu amigo. Acalmei e ele não vinha. Mostrei para ele que estava tudo bem. Ele não saiu do lugar e não falou nada. Ele aparentava estar paralisado. Ele falava ‘eu não estou conseguindo’”, relembrou, emocionada

Segundo a veterana, o artista começou a se desesperar e ficou paralisado. “Vi o último olhar dele. Ele estava muito desesperado. Ele estava cheio de vida, cheio de planos, mas acredito que ele sabia o que estava acontecendo.”
Após a tragédia, Pitanga acredita que ganhou uma segunda chance. “Ele me salvou. Ele me deu a oportunidade de viver. Vou honrar isso”, garantiu.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes