Produção cultural é tema de debate e oficinas gratuitas - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Assaltantes levam moto na zona Rural de Itiruçu

Uma moto Honda Bros, cor vermelha e placa NZU-2191 de Itiruçu, foi tomada de assalto por dois elementos armados na região do Assentamento...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Produção cultural é tema de debate e oficinas gratuitas

Por: Itiruçu Notícias - quarta-feira, 10 de agosto de 2016 - 0 Comentários


A jornalista e youtuber Maíra Azevedo, a Tia Má, e a cantora, compositora e pesquisadora da música popular, Juliana Ribeiro são as convidadas para o debate sobre empoderamento da mulher negra e sobre a presença feminina na produção cultural baiana, que acontecerá no dia 12 de agosto, sexta-feira, 19h, na Casa de Angola (Praça dos Veteranos, Baixa dos Sapateiros - Centro).

O encontro marcará o lançamento do projeto ‘Mulher negra, construção e fortalecimento’, uma realização do bloco Alvorada, que tem como objetivo refletir sobre a equidade de gênero nas manifestações culturais e possibilitar o domínio de estratégias que garantam um protagonismo das mulheres na produção cultural da Bahia.

Entre os dias 13 a 20 de agosto, a Casa de Angola sediará uma série de oficinas gratuitas voltadas para mulheres, com enfoque em planejamento, comunicação, ética, formação profissional e educação financeira para elaboração de projetos culturais. As aulas serão ministradas por mulheres de destaque na elaboração e desenvolvimento de projetos culturais, como artistas, ativistas e pesquisadoras.

Entre as palestrantes/oficineiras estão a jornalista Sueide Kintê, criadora da campanha #Maisamorentrenós, que abordará as estratégias de comunicação para expansão de projetos culturais; a jornalista Mia Lopes, que tratará da Autonomia e  Identidade Feminina na produção cultural por meio de ferramentas de coach aplicadas à carreira profissional; a atriz Maíra Guedes que socializará práticas do teatro feminista popular; a pesquisadora e Mestre em Desenvolvimento e Gestão Social que ministrará oficina sobre Mulher Negra e o Feminismo;  Taiane Ramos sobre Empreendedorismo e Carreira e a jornalista e mestranda em Cultura e Sociedade Camilla França encerrará o ciclo com uma Oficina sobre Gestão Cultural.

O bloco Alvorada é a mais antiga agremiação do segmento samba a desfilar no carnaval de Salvador. Em 2017, o bloco completará 42 carnavais. Este projeto conta com o apoio do Estado da Bahia, através da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres da Bahia (SPM-BA).
Mais informações sobre as oficinas: www.blocoalvorada.org.br .


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores