É ouro para o Brasil! Thiago Braz vai por topo do pódio - Itiruçu Notícias
Arrow
Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


É ouro para o Brasil! Thiago Braz vai por topo do pódio

Por: Itiruçu Notícias - terça-feira, 16 de agosto de 2016 - 0 Comentários





Na  noite desta segunda-feira (15), Thiago Braz conquistou a medalha de ouro no salto com vara e ainda conseguiu quebrar o recorde olímpico, com uma altura de 6,03m, desbancando o campeão de Londres 2012 e recordista mundial do salto com vara, Renaud Lavillenie. A medalha de Thiago é o primeiro ouro de um homem no atletismo, desde a conquista de Joaquim Cruz, que venceu os 800m em Los Angeles 1984.
Agradeço muito a Deus por tudo, por esse momento. É uma oportunidade incrível. As pessoas acreditaram em mim, estavam do meu lado me apoiando. Poder completar uma prova com recorde pessoal e recorde olímpico, ganhando medalha de ouro... É inexplicável - comemorou.

Tendo como melhor marca anterior 5,97m, Thiago contou que fazia tempo que estava tentando chegar aos seis metros, mas o apoio de Vitaly Petrov, seu treinador, deu o gás a mais que precisava para chegar aos 6,03m, novo recorde olímpico.
“Eu já vinha tentando seis metros há três competições e eu sabia que estava preparado. Antes de começar a prova, o meu técnico me falou que, se precisasse, eu estava preparado para saltar seis metros. Eu confiei na palavra dele e deu certo”, concluiu.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif