Atleta pedirá eutanásia após jogos Paralímpicos - Itiruçu Notícias
Arrow
Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Atleta pedirá eutanásia após jogos Paralímpicos

Por: Itiruçu Notícias - sábado, 6 de agosto de 2016 - 0 Comentários


Marieke Vervoort não aguenta mais. A atleta paralímpica belga, duas vezes campeã do mundo de triatlo adaptado e confirmada para o Rio-2016, sofre com uma doença degenerativa que a paralisou da cintura para baixo.
“O Rio é meu último desejo, espero acabar minha carreira com um pódio. Começo a pensar na eutanásia. Vivi o que os outros só podem sonhar”, disse a atleta ao jornal francês Le Parisien.
Nos Jogos Paralímpicos de Londres, em 2012, ela levou o ouro nos 100 metros rasos em cadeira de rodas e outras duas pratas. Em 2015, no Mundial de Doha, no Catar, ela bateu recordes mundiais nos 400, 800, 1.500 e 5.000 metros.
Apesar de ter boas chances no Rio e poder estender ainda mais a sua carreira, Marieke não pensa na possibilidade. Ela só quer acabar com seu sofrimento diário de dores e desmaios. Sua doença ainda não tem cura e ela mal consegue dormir com os picos de dor constantes.
A eutanásia é liberada na Bélgica desde 2002 para doentes incuráveis que padeçam de um sofrimento físico e psíquico insuportáveis.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif