Mais um Prefeito desiste de concorrer à reeleição - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Mais um Prefeito desiste de concorrer à reeleição

Por: Itiruçu Notícias - - sábado, 2 de julho de 2016 - 0 Comentários


Mas um prefeito desiste da reeleição  nas eleições do próximo dias 2 de outubro. Desta vez foi O prefeito José Afrânio Braga Pinheiro (PCdoB), do município de Santa Inês, no Vale do Jiquiriçá, que em Carta Aberta  a população do município, alegando dificuldades financeiras enfrentadas pela na gestão e a desmotivação no exercício do cargo.
 Leia a seguir a íntegra:

CARTA ABERTA DO PREFEITO AO POVO DE SANTA INÊS

Caras amigas e amigos

”Tivemos a permissão de DEUS e a aprovação da maioria da população eleitora do município de Santa Inês, nas eleições eleições municipais de 2012, para exercermos o honroso mandato de Prefeito deste município, no período 2013 a 2016. Durante esses quatro anos que se aproxima do final buscamos manter firme o propósito de organizar a nossa cidade e dar a nossa contribuição para o seu desenvolvimento. O momento agora é de reflexão sobre a nossa vida pessoal, de gestor público e, os caminhos a serem traçados daqui para frente.

Após uma difícil, porém consciente decisão, discutida exaustivamente junto com os meus familiares, amigos e correligionários quero comunicar através desta nota pública, que não irei submeter o meu nome ao veredicto popular, na condição de candidato à reeleição, no pleito de outubro deste ano. Vários motivos me levam a essa decisão, que tenho certeza estará surpreendendo a muitas pessoas de nossa comunidade. Temos a certeza de que nesses três anos e seis meses de mandato, como continuaremos fazendo até o término de nossa gestão, procuramos melhorar as condições de vida do povo de Santa Inês, organizando o município, tanto do ponto de vista econômico, quanto de gestão, cumprindo fielmente com os compromissos assumidos, depois de encontramos uma prefeitura falida, com salários atrasados e inúmeros problemas.

Um dos motivos que justificam nossa decisão de não se apresentar como candidato à reeleição, são as dificuldades financeiras enfrentadas pela nossa gestão. Sinto-me desmotivado. Um gestor enfrenta toda sorte de adversidades e incompreensões, estamos convivendo com a alta do salário mínimo, o Piso Nacional do Magistério, dentre outros gastos públicos que tornam inviável administrar uma cidade com baixo índice de receita, aliado às frequentes quedas de receitas dos repasses federais para o custeio de programas sociais tão importantes para o povo. Não queremos ser mais um gestor público penalizado por uma administração e ainda tendo que sacrificar os cofres públicos e posteriormente, figurar na lista de políticos inelegíveis. Tenho orgulho de até aqui ter as minhas contas aprovadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios – TCM.

Peço-lhes desculpas, meus amigos, por essa tomada de decisão, dado ao carinho que tenho por minha terra e pelos meus conterrâneos. Reafirmo que estou tomando uma decisão difícil, porém, muito bem analisada, com a consciência de que o atual cenário do País não estimula a continuar dirigindo os destinos desta terra. Ainda em pouco tempo conseguimos avanços na infraestutura, pavimentando várias ruas, melhorando a qualidade de vida dos nossos conterrâneos, levamos água potável com apoio do governo aos moradores de Lagoa Queimada, um sonho realizado. Acabamos de receber a notícia de que o nosso projeto para obra de esgotamento sanitário que irá beneficiar moradores da Rua Carlos Cajazeira foi aprovado e que os recursos estarão sendo liberados. Estamos com a obra de requalificação do estádio de futebol em execução. Fomentamos a Cultura, com investimentos na tradicional festa da Padroeira,  enfim, avançamos em vários setores, mas uma cidade como Santa Inês, tem demandas inesgotáveis e, sempre que avançamos, uma nova necessidade vai surgindo e eu nunca tive medo de desafios, por tanto, as dificuldades impostas pelas crises financeira e política do Brasil, nos impedem de avançar mais, de poder sanar todos os problemas e oferecer o melhor para o nosso povo, que terá sempre o meu carinho e respeito.

Por fim, deixo aqui o meu compromisso de que da mesma maneira com a qual me porto na condição de prefeito, continuarei no futuro, na condição de cidadão, buscando contribuir para o desenvolvimento do nosso município. Agradeço de coração, mas de coração mesmo, a todos aqueles que nos ajudaram a erguer a bandeira de uma administração que ficará marcada pela transparência, seriedade e cuidado com a coisa pública. Estou decido a não disputar as eleições neste ano, mas não me furtarei a colaborar com a minha cidade, e estarei sempre à disposição, desejando ao próximo gestor, que mantenha essa linha da seriedade na gestão pública, direcionando as ações para a melhoria da qualidade de vida dos mais necessitados”.

Santa Inês, 30 de junho de 2016
José Afrânio Braga Pinheiro
Prefeito de Santa Inês

(Nota extraída do Blog Marcos Frahm)Foto Reprodução


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum