Arrow

Acesse e curta nossa FAN PAGE no Facebook





Eventos



Anuncie aqui seu evento! Apoio cultural Itiruçu Notícias

Versículos Bíblicos


Colunas

O Seu Direito


Editorial

Salve, salve Itiruçu! 82 anos de Itiruçu de emancipação

Um embrião surgiu aos pés do morro imponente e grande por natureza, e banhado pelas aguas da lagoa Tiririca, foi assim que surgiu Itiru...


Notícias mais populares

Maia quer dois dias de trabalho por semana durante as Olimpiadas

Edição: Neto Oliveira - Itiruçu Notícias - sábado, 16 de julho de 2016 - 0 Comentários

O deputado federal Rodrigo Maia (RJ-DEM), recém-eleito para a presidência da Câmara, disse hoje (16) que terá como prioridade, na primeira semana no cargo, "arrumar a casa", criando condições para aprovação da reforma política e de projetos de combate à crise econômica e à corrupção.

Ele reconheceu que será preciso, primeiro, “distensionar” e “harmonizar” a relação entre os parlamentares e com outros Poderes, além do Senado. Na próxima semana, Rodrigo Maia será recebido pelo presidente interino Michel Temer, junto com os líderes do Senado e do Judiciário.

“O Brasil precisa da sinalização de que haverá um ambiente menos tensionado, onde se possa dialogar com todos e colocar na pauta da Câmara dos Deputados aquelas matérias que vão ao encontro da superação da crise econômica grave que o país vive”, disse Maia, eleito presidente da Câmara com 285 votos, na quinta-feira (14).

Durante o encontro estadual do seu partido, DEM, no Rio de Janeiro, ele informou que terão prioridade, entre os projetos para superar a crise, a PEC que limita gastos públicos, o que adota novas regras para exploração do pré-sal e o pacote de dez medidas contra a corrupção. Proposto pelo Ministério Público Federal, o projeto tem 2 milhões de assinaturas.

“Mesmo que você não termine todas as votações [por causa da Olimpíada em agosto, e das eleições, em outubro], dá uma sinalização forte para sociedade que isso está caminhando bem”, disse.

Para que a Câmara não pare durante as competições, Maia antecipou que vai propor aos líderes dos partidos dois dias de trabalho intenso, durante a semana, “com necessidade de produção mínima”, às segundas e terças-feiras. Os parlamentares seriam liberados às quartas-feiras. Nas próximas duas semanas, a Casa não terá votações.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Publicidade

 photo dra rita coacutepia_zpsxcdxnsbz.png

 photo gilmarblogif_zpsi4cfgiei.gif
COMPRE AQUI

Ou pelo WhatsApp:
(11) 98109 7241