Documentário conta a história de Edvaldo Valerio - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Documentário conta a história de Edvaldo Valerio

Por: Itiruçu Notícias - terça-feira, 26 de julho de 2016 - 0 Comentários

O curta-metragem documental “Baladágua” conta a história de Edvaldo Valério, único atleta negro do Brasil a conquistar uma medalha olímpica na natação. O feito do baiano, conhecido como Edvaldo “Bala” Valério, aconteceu no revezamento 4x100 em Sydney, 2000.

No filme, Edvaldo reconta como foi a trajetória dele até aquela conquista: a infância pobre em Salvador, a descoberta do talento na adolescência, os momentos de incerteza na juventude, os desafios diários contra o preconceito, a falta de apoio financeiro e até contra a genética, já que a formação física dos negros cria uma série de dificuldades para o desenvolvimento de um nadador de alto rendimento.

O documentário entrevista pessoas importantes para a trajetória de Edvaldo, como o ex-treinador Sérgio Silva, o medalhista Gustavo Borges e o narrador Galvão Bueno, que narrou a prova em que Edvaldo entrou para a história da natação brasileira.

Com cenas ficcionais e imagens da competição em Sydney, “Baladágua” ainda mostra a realização de um sonho de Edvaldo: pela primeira vez ele volta para a Austrália, na mesma piscina que o baiano garantiu a medalha de bronze, ao fechar o revezamento. Um momento único para alguém que marcou seu nome no esporte olímpico.

“Baladágua”, cujo roteiro é baseado no livro A Braçada da Esperança, de autoria de Raphael Carneiro, foi promovido pela Federação Baiana de Desportos Aquáticos, com patrocínio da Sudesb – Superintendência de Desportos da Bahia, autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte. A produção é da Olivas Filmes e a direção é de Eduardo Oliveira, que tem formação em Jornalismo e Produção Cultural, trazendo em seu currículo a realização de outros quatro curtas metragens.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação