Criança tem língua cortada com faca por professora - Itiruçu Notícias
Arrow
Campeonato Brasileiro Serie C - Juazeirense x Remo Ao Vivo

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Criança tem língua cortada com faca por professora

Por: Itiruçu Notícias - - sábado, 16 de julho de 2016 - 0 Comentários


Um menino de apenas quatro anos, chegou em casa, após deixar a creche, com ferimentos na língua, bochecha e orelha, nesta sexta-feira (15). A mãe acusou uma das professoras de ser a autora das agressões.  A creche é particular e fica localizada no bairro Don Avelar, em Salvador.

Na primeira versão, a criança disse que havia se machucado quando bateu a cabeça na mesa da creche, acidentalmente. Desconfiada, a mãe levou o menino no Hospital Geral do Estado (HGE), onde de acordo com seu depoimento, os médicos disseram que o ferimento devem ter sido feitos por corte de faca, já que por batida, eles deveriam ter marcado as laterais ou ponta da língua.

Na segunda versão, a criança teria confirmado a mãe que a professora havia cortado sua língua. A dona da creche desmentiu a história e disse que o menino foi orientado pela família a dizer que foi agredido na creche, reafirmando a história da mesa.
Imagens Reprodução


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif