Lídice nega exigências para ser candidata a prefeita - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : Eleições em Itiruçu

Eleições  serão realizada neste domingo dia 07 de outubro.  Se a mesma empolgação dos eleitores para as eleições do próximo domingo...


MAIS LIDAS DO MÊS


Lídice nega exigências para ser candidata a prefeita

Por: Itiruçu Notícias - quinta-feira, 9 de junho de 2016 - 0 Comentários





A senadora Lídice da Mata (PSB) nega que esteja fazendo exigências para se candidatar a prefeita de Salvador em chapa majoritária que pode ter apoio do PT. "Eu não fiz exigência alguma, sequer conversei definitivamente com nenhum dos dois [Rui Costa e Jaques Wagner]", afirmou a socialista em entrevista ao Bahia Notícias.
Lídice afirma que conversou "apenas uma vez" com o governador Rui Costa, por telefone, e uma vez com o presidente do partido PT, Everaldo Anunciação. Ela ressalta que independentemente das negociações com o PT, o PSB ainda não definiu se ela será mesmo candidata.
"O que se debate é dentro das condições, não de exigências – que não fiz – mas dentro das condições que meu partido determinar, de televisão, de ter apoios, condições políticas de analisar candidaturas, se é viável ou se não é viável. Esse debate o meu partido não fiz ainda".
A senadora diz também que a discussão sobre o tema ainda não foi marcada, por causa das "dificuldades de agenda", mas admite que "há uma busca por celeridade".
"Não tem isso de que tem que se reunir até uma data, senão o mundo acaba, não existe isso. Sabemos da urgência em Salvador e em algumas cidades, e estamos buscando fazer uma agenda mais rápida". Lídice pondera que o PSB está "atrasado", assim como o PT.
"Acho sim que o governador, tanto Rui quanto Wagner, demoraram para iniciar as conversas, assumirem o comando da organização. Estamos em cima da hora", avaliou.
A senadora defendeu como "meta", no pleito deste ano, a unidade da esquerda e da base do governo. "O que eu tenho pregado é que se construa uma unidade de esquerda na Bahia, não apenas para a esquerda em Salvador, mas também nas cidades que tem os dois turnos, que não ponham camisa de força nos partidos. É uma meta, pode não se alcançar".
Já o PC do B, que também quer encabeçar uma chapa com apoio do PT, se coloca mais arredio, afirmando que lançará a deputada federal Alice Portugal com ou sem apoio dos petistas.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação