Itiruçu: Prefeito fala sobre sucessão e São Pedro - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Itiruçu: Prefeito fala sobre sucessão e São Pedro

Por: Itiruçu Notícias - - sexta-feira, 3 de junho de 2016 - 0 Comentários


A reportagem do Itiruçu Notícias conversou com o prefeito de Itiruçu Wagner Novaes (PSDB) que falou sobre sua desistência de ir a reeleição, e sobre o seu apoio e nomes do seu grupo para sua sucessão. O prefeito comentou sobre a oposição, realização do São Pedro, data e atrações, entrega de obras e por fim ele fez uma garantia com relação ao final do seu mandato. Mas na entrevista o que deixa marcado mesmo são os conselhos do prefeito para seu sucessor ou sucessora bem como prognósticos de dificuldades para que for assumir depois dele.


Wagner começou falando sobre a conferência das cidades, e logo de inicio foi se adiantando sobre sua desistência de ir à reeleição, tendo como motivos para tal as dificuldades que segundo ele inviabilizaram sua gestão. O Alcaide disse que mesmo assim deixará 11,5 de reais em obras.


Sobre as pré-candidaturas de seu grupo, Wagner disse que passou o bastão para Dr Aílton Cezarino e Drª Rita, que ficaram de definir neste mês de junho. Mas ele lembrou de mais um nome que poderá ser candidato a prefeito que é o nome do ex-vice prefeito e ex-secretário de Agricultura Enzo Tenise, que segundo ele poderia fazer uma dobradinha com Rita, na cabeça da chapa ou como vice.


Com relação as fraturas na oposição, Wagner foi taxativo em afirmar que a fragmentação da oposição só fortalece a situação e ainda disse que gostaria de ter feito uma aliança para uma candidatura única em torno de Vitório Tenise, tentativa que foi recusado por Tenise, por não achar justo abandonar seu grupo. Wagner disse ainda que teve informações que Vitória hoje teria pretensões de apoiar a candidatura de Junior Petruquio.


Sobre o São Pedro, o prefeito confirmou a realização da festa nos dias 1, 2 e 3 de Julho, com bandas locais e regionais, sendo as mesmas da grade do ano passado, sendo que a única atração nova será Rose & Banda. Wagner disse que fará um São Pedro com custo menor que o tradicional dada a crise econômica e deverá gastar em torno de no máximo 200 mil para a festa.


Sobre as inaugurações futuras, Wagner garantiu a entrega do Estádio Municipal e ainda a conclusão de uma obra de calçamento e disse que pretende ainda adiantar ao máximo o portal da cidade.


Por fim ele confirmou ainda que fez um compromisso com os funcionários que no dia 20 de Dezembro pagará o último pagamento e ainda o 13ª e que não deixará os servidores sem seus respectivos salários.
Reportagem EdSantos - Itiruçu Notícias


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum