Brasil estaria preocupado com crise militar na Venezuela - Itiruçu Notícias
Arrow
Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Brasil estaria preocupado com crise militar na Venezuela

Por: Itiruçu Notícias - domingo, 19 de junho de 2016 - 0 Comentários





O governo do presidente em exercício, Michel Temer, estaria preocupado com a substituição dos comandos militares na Venezuela. É o que afirmam colunistas da mídia brasileira, citando o receio do governo de uma eventual crise militar interna ou uma guerra civil branda na Venezuela.
Segundo o artigo publicado no Estado de S.Paulo, o governo brasileiro estaria buscando apoio de países vizinhos como Bolívia e Equador para negociar uma solução junto à Unasul para a crise venezuelana.

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, também manifestou disposição de intermediar o diálogo na Venezuela, buscando promover a ascensão de sua chanceler, Susana Malcorra, que aspira ao cargo de secretária-geral da ONU.
A situação na Venezuela adquiriu um caráter crítico no contexto de falta de produtos de consumo, inflação galopante e queda do faturamento estatal, provocado pela queda dos preços do petróleo. A isto se soma a crise institucional entre os poderes executivo e legislativo, controlado pela oposição. Desse modo, Nicolás Maduro, em 18 de maio, declarou estar pronto para declarar estado de emergência para prevenir eventuais desordens públicas.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif